Secretaria de Turismo de São Paulo cria cartilha para cidades se converterem em destinos náuticos

Luís Sobrinho, consultor da InvestSP e da Secretaria de Turismo de São Paulo, ressaltou que não faltam lugares para navegar no Estado

27/10/2022
A represa de Atibainha, em Nazaré Paulista, interior de São Paulo

São Paulo tem um enorme potencial de desenvolvimento do turismo náutico. E, para estimular as cidades a investirem nesse setor, a Secretaria de Turismo de São Paulo preparou um material com todo o processo para que os municípios possam tornar-se destinos náuticos.

 

Em sua apresentação durante o 7º Congresso Internacional Náutica, Luís Sobrinho, consultor da InvestSP e da Secretaria Estadual de Turismo de São Paulo, ressaltou que não faltam lugares para navegar no Estado.

São Paulo conta com 4.200 quilômetros de rios navegáveis, 630 quilômetros de costa marítima e mais de 50 lagoas e represas. Essa é uma riqueza que muitos países não tem – Luís Sobrinho

Para dar o arranque e depois acelerar esse desenvolvimento, foi criada uma cartilha, distribuída para as prefeituras.

 

“Toda legislação, todo regramento está explicado nessa cartilha, passo a passo, para a cidade se converter em destino náutico”, explicou Luís Sobrinho.

 

Paralelamente a isso, está em curso o Programa de Implantação de Estruturas Náuticas por Águas Interiores, que já beneficia 13 municípios, com a entrega de projetos completos para a implementação dessas estruturas.

 

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    EUA enviam ao Rio de Janeiro porta-aviões gigante de 333 metros; entenda

    USS George Washington atracou no Brasil como parte da operação Southern Seas, que visa incentivar a cooperação entre os países

    Em fase final de testes, Aquabus de Ilhabela transportaram 1,5 mil pessoas no fim de semana

    Novo sistema de transporte aquaviário contará com três catamarãs e capacidade para 60 pessoas em cada viagem; data de inauguração ainda não foi divulgada

    Italiana Rossinavi lança catamarã híbrido-elétrico de 43 metros

    Modelo nasce como “projeto mais inovador” do estaleiro, com tecnologias sustentáveis e até uso de Inteligência Artificial

    Schaefer Yachts anuncia barco que não afunda, ideal para resgates em alto-mar

    Com o nome de Interceptor 48 Pilot, novidade é fruto de parceria com a empresa irlandesa Safehaven Marine

    Criatura de 18 metros está impactando a cadeia alimentar da vida marinha; entenda

    Gelatinoso e transparente, os "picles do mares" causam perturbações no ecossistema durante as ondas de calor oceânicas e preocupam cientistas