Sobre as águas: barco é o melhor jeito de conhecer Giethoorn, na Holanda

Para circular no pequeno e charmoso vilarejo, repleto de canais e pontes, só a pé, de bicicleta ou barco

Por: Redação -
31/10/2022

Conhecida como a “Pequena Veneza dos Países Baixos”, Giethoorn é uma vila na Holanda que parece ter saído de um conto de fadas.  As grandes casas com telhados de palha mais parecem de boneca, e são cercadas de jardins bem cuidados. No lugar de ruas, canais.

Para cruzar de um lado para o outro na parte antiga do vilarejo é preciso usar uma das 180 pontes de madeira ou a trilha estreita para pedestres e bicicletas. Nada de carros por lá. O barco é o meio de transporte.

 

Para descobrir seus encantos, basta navegar pelos canais — de barco elétrico (sloop) ou, para os mais esportivos, de caiaque, remo ou windsurfe. No momento do aluguel, recebe-se um mapa detalhado e o caminho é bem sinalizado, mas em épocas de alta temporada há congestionamento.

 

Nos meses de verão (junho, julho e agosto), a cidade fica lotada de turistas, por isso a primavera (abril/maio) e o finalzinho de agosto e setembro são as melhores épocas para visitar. Se tiver sorte, vai cruzar com o gieterse punter, barco típico da região, ainda usado para transportar lenha. Era assim que se locomovia pelos canais antes de existir o barco elétrico.

Localizada no leste da Holanda, na província de Overijssel, a apenas 120 km de Amsterdã, Giethoorn não foi originalmente construída sobre uma série de canais.

 

Os escavadores costumavam tirar a turfa do solo e deixá-la secar nas margens. Ocorreram duas grandes inundações em 1776 e 1825, que arrastaram as margens, causando o aumento dos lagos ao redor de Giethoorn. Os moradores, então, cavaram valas e canais para transportar a turfa pela vila. Naquela época, a turfa era altamente valiosa como combustível.

 

É possível fazer um bate-e-volta de Amsterdã ou aproveitar alguns dias nessa cidadezinha pitoresca, que conta com museus, lojas charmosas e simpáticos cafés e restaurantes, onde se pode parar o barco na porta.

 

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Olimpíadas de Paris: você sabia que o surfe não será disputado na França?

    Em decisão polêmica, Comite Olímpico escolheu outro país para sediar todas as baterias do esporte; entenda

    Adolescente para lancha desgovernada e impede acidente em lago nos EUA

    Imagens gravadas por quem estava no local mostram jovem de 17 anos saltando de um jet em direção ao barco que rodopiava sem condutor

    Público do Brasília Boat Show tem desconto exclusivo em hotéis parceiros; saiba como funciona

    Visitantes do evento náutico, que atraca pela primeira vez no Lago Paranoá, poderão desfrutar de condições especiais no momento da reserva

    Navio de pesquisa de 1962 é capaz de “ficar de pé” no mar; assista em ação

    Quando na vertical, paredes internas viram pisos e móveis são adaptados para a nova posição

    Na dúvida de qual jet comprar? Confira modelos da Sea-Doo para cada necessidade

    Empresa conta com opções que atendem desde iniciantes no universo náutico até apaixonados por velocidade ou pesca