SSL Gold Cup, a chamada Copa do Mundo da Vela, tem nova sede para as regatas finais

Por: Redação -
26/05/2022

As regatas da Copa do Mundo da Vela estão marcadas para o período de 28 de outubro a 20 de novembro de 2022 e serão disputadas em nova sede, na cidade de Manama, no Bahrein. O Brasil está confirmado já na fase de mata-mata da nova competição e terá uma equipe liderada pelo bicampeão olímpico Robert Scheidt. As eliminatórias estão sendo realizadas no Lago Neuchâtel, em Grandson, na Suíça.

O campeonato da SSL Gold Cup terá um formato inovador para a vela, uma vez que levará ao público um sistema de eliminatórias parecido com o da Copa do Mundo de futebol da FIFA. A intenção é proporcionar mais visibilidade e emoção ao esporte.

Como a Copa do Mundo da Fifa, a SSL Gold Cup oferece um desafio singular com oportunidades iguais para todas as 40 equipes, que correm exatamente no mesmo barco, o SSL 47, um veleiro de alto- desempenho de 14 metros, entregue pela organização.

Depois de ficar com o vice no evento-teste em 2021, a seleção brasileira fará treinos em agosto na Suíça antes dos duelos finais no Bahrein. ”Essa sede da final não muda muita coisa, independente do lugar, vai ser em novembro, ainda dá tempo de fazer mais um treinamento, antes dos barcos irem para final, devemos enfrentar condições de vento fraco ou médio, já velejei lá perto. Uma boa vantagem é que nessa época do ano o lugar é quente, tem tudo para ser um sucesso essa final”, disse Robert Scheidt.

”Terá clima de Copa do Mundo chegando perto, vai ter a presença da mídia mundial por aqueles lados durante essa época do ano. Estamos bem animados com o projeto, vou para Suíça em agosto para treinar, em breve vamos anunciar um patrocinador, no momento não podemos ainda, mas em breve”.

Além do chamado Brazilian Storm, apelido dado à equipe brasileira, a SSL Gold Cup terá os melhores velejadores do mundo como Ian Williams e Sir Ben Ainslie (SSL Team GBR), Tom Slingsby (SSL Team Austrália), Anne-Marie Rindom (Dinamarca), Xavier Rohart (SSL Team France), Taylor Canfield (SSL Team United States) e outros mais.

Diferentemente do que ocorre nos Jogos Olímpicos, em que a medal race (regata da medalha) premia o barco mais regular levando em conta os resultados das regatas anteriores, vencerá a SSL Gold Cup a equipe que correr mais rápido na hora da decisão. Os países serão eliminados fase a fase até a Grande Final, com apenas quatro seleções. O troféu será organizado a cada quatro anos pela Sailing Athletes Foundation (SAF).

O Bahrein tem recebido eventos esportivos internacionais, incluindo o GP de Fórmula 1 desde 2004, Campeonato Asiático de Ciclismo 2017 e Campeonato Mundial de MMA Amador 2017, 2018 e 2019.

“Ser a nação anfitriã da SSL Gold Cup 2022 é de grande importância para o Bahrein e para a vela. Representa um passo importante na implementação do plano de desenvolvimento esportivo do Reino do Bahrein. Há mais de 30 anos trabalhamos para promover a vela no Bahrein e o mundo árabe, alcançando os mais altos padrões das classes olímpicas e campeonatos mundiais. E agora o objetivo final está prestes a ser alcançado”, explicou o Sheikh Khalifa Bin Abdulla Al Khalifa, Presidente da Associação de Esportes Marítimos do Bahrein.

Confira os países em disputa no Qualificatório da SSL Gold Cup no site da competição.

Assim como no futebol, cada time contará com 11 atletas. A bordo do SSL Team Brazil estarão as bicampeãs olímpicas Martine Grael e Kahena Kunze, ao lado de Henrique Haddad, Gabriel Borges, Henry Boening, Juninho de Jesus, Joca Signorini, Alfredo Rovere e Mário Trindade.

Eles serão liderados pelo multicampeão Robert Scheidt, dono de cinco medalhas olímpicas e capitão da equipe. O CEO do SSL Team Brazil é Bruno Prada, que tem duas medalhas olímpicas ao lado de Scheidt na classe Star: uma prata em Pequim 2008 e um bronze em Londres 2012.

O SSL Team Brazil

1 – Alfredo Rovere – proa

2 – Martine Grael – estratégia & grinder

3 – Henry Boening ‘Maguila’ – Grinder

4 – Kahena Kunze – segundo trimmer e grinder

6 – Juninho de Jesus – pit & runners

7 – Gabriel Borges – trimmer & jib/gennaker

8 – Mário Trindade: trimmer & grande/trav

9 – Joca Signorini – tática e grinder

10 – Robert Scheidt – timoneiro

20 – Henrique Haddad (Giga) – tripulante, coach e observador.

CEO: Bruno Prada

Confira aqui o ranking completo.

A SSL Gold Cup reunirá 56 nações entre os membros da World Sailing para coroar a melhor nação da vela a cada dois anos. Em um esporte mecânico em que a corrida pela tecnologia pode atrapalhar a corrida pela glória, a SSL busca uma competição igualitária, em que o talento dos velejadores está na vanguarda, e os campeões se tornam heróis inspiradores de novas gerações. A SSL é um evento especial da World Sailing desde 2017.

Como na Copa do Mundo de futebol, as primeiras rodadas de qualificação selecionam os times que avançam para as fases eliminatórias. Todas as regatas são disputadas com flotilhas de quatro barcos em cada, até as quartas de final. As equipes serão colocadas em chaves, com os oito primeiros colocados garantidos nas quartas-de-final.

Duas flotilhas de quatro competem nas quartas-de-final para selecionar as quatro equipes que participam da única regata da Grande Final. O vencedor da Grande Final será coroado como a Melhor Nação da Vela. A SSL criou um formato inovador. E os fogos de artifício ao final do evento prometem dar um desfecho dramático para esta incrível competição global.

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Semana de Vela de Ilhabela: na BRA-RGS, vencedor cruzou linha de chegada após 12h de regata

    Percurso de Alcatrazes por Boreste Marinha do Brasil, de 55 milhas náuticas, foi marcado pela variação de vento; confira resultados gerais

    Lago Paranoá, palco do Brasília Boat Show, tem vila submersa e pequenas ilhas; conheça

    Fruto de um projeto arquitetônico, lago possui uma rica história e é ponto de lazer, pesca e esportes na região

    Marine Center atracará no Brasília Boat Show com produtos de primeira linha para barcos

    Considerada um dos maiores atacados náuticos do Brasil, empresa estará no salão que acontece de 14 a 18 de agosto no Lago Paranoá

    Raríssimas imagens flagram baleia azul amamentando filhote; assista

    Cenas também mostram cetáceos em outros momentos íntimos, que envolvem desde reprodução até ‘ida ao banheiro’

    Growdeck levará deques náuticos e acessórios à primeira edição do Brasília Boat Show

    Considerada uma das principais marcas de pisos náuticos no Brasil, empresa atracará no Lago Paranoá de 14 a 18 de agosto