Argolândia: continente desaparecido há mais de 150 milhões de anos é descoberto por geólogos

Fragmentos do local foram localizados no Oceano Índico e no sudeste da Ásia

07/11/2023

Ao menos cinco extinções em massa já assolaram a Terra em seus mais de 4 bilhões de anos de existência, fazendo com que a vida fosse do princípio… ao fim. Atualmente, a ciência consegue trazer indícios de grande parte do que já existiu e, recentemente, mais uma descoberta veio à tona: a Argolândia, continente desaparecido há 155 milhões de anos.

O continente em questão era uma suspeita para os pesquisadores há muito tempo, em razão de um “vazio” conhecido como a Planície Abissal de Argo, abaixo do oceano, na costa noroeste da Austrália. As suspeitas viraram realidade quando fragmentos da Argolândia foram encontrados no Oceano Índico e no sudeste da Ásia.

Os vestígios do continente que já teve a extensão dos Estados Unidos foram detectados por geólogos holandeses na forma de “mega-unidades” tectônicas, espalhadas no fundo do oceano e incrustadas em pequenas ilhas.

 

Agora, o “quebra-cabeças” da Argolância começa a ser montado. A princípio, acreditava-se que o continente se separou da Austrália durante o final do período Jurássico, quando os braquiossauros e os estegossauros dominavam o reino animal na Terra. Com o passar dos milênios, a massa de terra teria se deslocado ao Sudeste Asiático antes de desaparecer.


O artigo que relata a investigação do continente perdido foi publicado em 19 de outubro, na revista Gondwana Research. Segundo a pesquisa, partes do continente — que antes se estendiam por mais de 4.828 km — também estavam escondidos sob florestas da Indonésia e de Mianmar.

 

Graças aos fragmentos encontrados, os geólogos conseguiram mapear a linha do tempo até o destino final da Argolândia. Em tese, a enorme porção de terra foi fragmentada em um arquipélago durante o período Triássico Superior e, mais tarde, as ilhas submergiram no mar.

Se os continentes pudessem mergulhar no manto e desaparecer completamente, sem deixar vestígios geológicos na superfície da Terra, então não teríamos muita ideia de como a Terra poderia ter sido no passado geológico– Douwe van Hinsbergen, um dos autores do estudo

Outros continentes foram descobertos em processos semelhantes ao da Argolância, como a Zelândia, submersa perto da Austrália, e a Grande Adria, continente que surgiu há cerca de 240 milhões de anos. Vendo por esse lado, talvez um dia chegue a vez da lendária Atlântida, dos tempos de Platão, ser enfim descoberta por cientistas.

 

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Vokan apresenta serviço de seguros náuticos no Marina Itajaí Boat Show 2024

    A corretora estará presente no evento, que acontece entre 4 e 7 de julho, em Santa Catarina

    Estofados náuticos da Agroquímica estarão no Marina Itajaí Boat Show 2024

    Estande terá opções da marca Kelson's para todos os gostos no salão que acontece de 4 a 7 de julho

    Yachtmax leva Ferretti 720 ao Marina Itajaí Boat Show 2024

    Representante da Ferretti e Okean no Brasil estará com dois barcos no evento náutico, de 4 a 7 de julho

    Gravidez misteriosa de arraia que convivia só com tubarões foi solucionada

    Charlotte apareceu grávida em fevereiro em aquário nos EUA, mas não dividia o recinto com arraia macho

    Yamaha terá jets e motores no Marina Itajaí Boat Show 2024; confira modelos

    Quatro WaveRunners e motores de popa vão compor o estande da marca no salão, que acontece de 4 a 7 de julho