Dia do Oceano: você sabe qual é o oceano mais antigo da Terra?

Dica: além de mais antigo, ele é também o maior e mais profundo do planeta

08/06/2023

Em 8 de junho é celebrado o Dia Mundial do Oceano. Quem ama navegar, já está careca de saber que os nomes dos nossos cinco oceanos são Atlântico, Pacífico, Índico, Glacial Ártico e Glacial Antártico. Mas, entre os responsáveis por 97% da água do planeta, você sabe qual deles veio primeiro? Um levantamento da Administração Nacional Oceânica e Atmosférica dos EUA (NOAA) respondeu a essa pergunta.

Sem mais delongas: de acordo com a instituição, o título de oceano mais antigo do planeta Terra fica com o oceano Pacífico, situado entre América (leste), Ásia e Oceania (oeste) e Antártica (sul).

 

As rochas encontradas na área do Pacífico datam de cerca de 200 milhões de anos. Como se não bastasse ser o mais velho, o oceano ainda é o maior e o mais profundo entre os cinco que banham a Terra.

 

São 163 milhões de quilômetros de águas que cobrem quase um terço da superfície do planeta e correspondem a quase metade da superfície e do volume dos oceanos. Mas esses dados, no entanto, podem ser diferentes no futuro.


Em razão às constantes mudanças ocorridas nos oceanos em consequência às movimentações das placas tectônicas na crosta terrestre, alguns estudos já observaram que o oceano Pacífico está encolhendo, enquanto o Atlântico, gradualmente, se expande em direção a ele.

Água mais antiga do mundo não está no oceano Pacífico

O planeta Terra é cheio de surpresas e uma delas é: a água mais antiga do mundo não fica no oceano mais antigo da Terra. Segundo a NOAA, há cerca de mil anos a água mais antiga do Pacífico Norte está presa em uma “zona de sombra”, sob a superfície.

 

Acontece que isso é muito pouco se comparado a um remanescente do Mar do Atlântico Norte, encontrado sob a Baía de Chesapeake em uma cratera formada há 35 milhões de anos. Os especialistas acreditam ainda que ele tenha entre 100 e 145 milhões de anos, contendo o dobro da salinidade da água marinha moderna.

A baía de Chesapeake desemboca no oceano Atlântico e está cercada pelos estados americanos de Maryland e Virgínia, nos EUA.

Mas essa ainda não é a água mais antiga do mundo. Isso por conta de um pequeno pedaço da crosta oceânica que está intacto no Mar Mediterrâneo, com idade estimada em 340 milhões de anos.

 

O reservatório em questão foi formado pelo derretimento e sequente resfriamento de magma. Conforme a crista do meio do oceano esfriava, os minerais do magma se magnetizaram. O fato foi descoberto por pesquisadores através de um sensoriamento remoto.

 

Vale ressaltar que toda essa água — antiga ou não — não é própria para beber. O desperdício de água potável (ideal para consumo) aumentou pelo sexto ano seguido no Brasil, com base em dados divulgados nesta segunda-feira (6), pelo Instituto Trata Brasil.

 

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Cruzeiro nudista pelo Caribe é aposta de empresa dos Estados Unidos; conheça

    Com previsão de lançamento em 2025, viagem sem roupa pelos mares custa a partir de R$ 10 mil, mas tem regras rígidas de convivência

    Robert Scheidt será o embaixador da 51ª Semana Internacional de Vela de Ilhabela

    Maior medalhista da história olímpica do Brasil estará no evento patrocinado pela Mitsubishi de 20 a 27 de julho

    Iate Clube Armação de Búzios anuncia eleitos para a nova gestão; confira

    Em eleição realizada na última segunda-feira (13), o medalhista olímpico Marcos Soares foi nomeado o novo comodoro

    Brasileiro fez imagens inéditas de baleia que quase foi extinta: "indescritível"

    Documentarista flagrou uma das baleias mais rápidas do mundo no mar da Patagônia

    Venda de ingressos para o Marina Itajaí Boat Show 2024 já está aberta; garanta o seu

    Segunda edição do evento está ainda maior, com mais expositores e em formato de circuito 360º sobre a terra e as águas