Casal viraliza ao mostrar dia a dia morando em narrowboat; veja vídeo

Adam e Lauren somam mais de 2 milhões de curtidas no TikTok contando curiosidades da vida a bordo

18/05/2023
Fotos: Reprodução / Instagram @adam.floatinghome

Olhando de fora, mal dá para imaginar que é possível viver confortavelmente dentro de uma embarcação com 2 metros de largura e 17 metros de comprimento. O casal britânico Adam Lind e Lauren Coley, contudo, tem ganhado muita repercussão no TikTok ao mostrar que morar em um narrowboat pode ser muito interessante, ainda mais com um cachorro — no caso, o Shanti.

A conta de Adam na rede social (@adam.floatinghome) já soma mais de 220 mil seguidores e 2,6 milhões de curtidas. Tudo isso apenas mostrando a rotina da família dentro do estreito barco. Adam também está no Instagram, onde seu perfil tem mais de 150 mil seguidores.

O chamado narrowboat (barco estreito), é um tipo de embarcação feita e pensada especificamente para caber nas eclusas estreitas do Reino Unido, sendo muito conhecidos na região.

 

O tamanho, contudo, não impediu Adam de morar em um narrowboat e ter uma casa totalmente completa, funcional e aconchegante sobre as águas dos canais do país. Aliás, esse é um dos grandes motivos dessa família acumular milhões de visualizações nas redes sociais.

 

 

O público se surpreende pelo estilo de vida adotado por Adam e Lauren, que conseguiram transformar a embarcação em um verdadeiro lar.

 

O casal conta, em um dos vídeos, que a embarcação possui uma licença que os permite mover o barco sem custos. Para isso, eles precisam se movimentar a cada duas semanas — o que não é um problema para os dois, já que, assim, ambos podem explorar os canais do Reino Unido e conhecer muitos novos lugares.

Conheça a configuração do narrowboat

A entrada do barco é feita pela cozinha, que parece ter saído de uma página do Pinterest — como todo o restante do narrowboat. Há uma mesa espaçosa, com banco estofado, fogão, frigobar e armários, além de suportes suspensos para panelas, frigideiras, temperos e outros objetos.

Seguindo adiante, ao passar por uma porta, se chega ao quarto, que tem uma cama de casal e armários. No corredor, há um banheiro completo, com vaso, espaço para banho, pia, gabinetes e janela.

A casa termina na sala de estar, que é bem iluminada, possui lareira, muitas plantas e espaço para itens do casal, como livros e decorações.

Além dos cômodos comuns de uma verdadeira casa, o barco também possui painéis fotovoltaicos para captar energia solar e um sistema de compostagem, que trata os resíduos produzidos na própria casa flutuante.

Veja o tour completo pela embarcação:

@adam.floatinghome Walkthrough of our 59ft Narrowboat Home #smallspaceliving #narrowboat #hometour #fyp ♬ day off – softy


A equipe de NÁUTICA já mostrou outro casal que viveu por um tempo em uma embarcação muito parecida.

 

A partir do conteúdo de Adam e Lauren na internet, muitas pessoas passaram a enxergar novas possibilidades de vida e, até mesmo, a considerar viver a bordo de uma casa flutuante. E você, encararia morar em um narrowboat?

 

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Catamarã elétrico de startup vence concurso e fará parte da autoridade marítima de Singapura

    Embarcação participa do projeto singapurense que pretende acabar com emissões portuárias até 2050

    Casas flutuantes em alta: conheça as mais luxuosas do mundo

    Inspire-se com cinco modelos das moradias sobre as águas que estão fazendo a cabeça dos milionários

    Com dois barcos de 19 pés, Ross Mariner mostra lançamento no Rio Boat Show 2024

    Boas opções de entrada, embarcações estarão no salão, de 28 de abril a 5 de maio, na Marina da Glória

    NÁUTICA Talks recebe Marina Bidoia, mais jovem velejadora a concluir a Refeno

    Velejadora realizou o trajeto Recife-Fernando de Noronha aos 24 anos, e vai levar experiência ao Rio Boat Show 2024

    Posto flutuante da rede Golfinho estará no Rio Boat Show 2024

    Loja de conveniência batizada de WayPoint também será apresentada de 28 de abril a 5 de maio, na Marina da Glória