Churrasco a bordo é uma das atividades preferidas dos seguidores de TV NÁUTICA. Veja dicas

Por: Redação -
26/03/2021

“Você costuma fazer churrasco no seu barco?” foi a pergunta da enquete mais recente de TV NÁUTICA no canal do YouTube. E os seguidores não deixaram dúvidas! Confira o resultado no link e descubra qual foi a alternativa mais votada pelos seguidores de NÁUTICA.

Para responder a pergunta e participar da votação, bastava votar se 1) Sim, sempre; se somente 2) Ás vezes; ou 3) Não, nunca.

Dos 1 300 votos, 50% deles já deixou claro que é um costume indispensável e votou que “sim, sempre” fazem churrasco a bordo.

Os que não tem esse tipo de rotina e votaram “não, nunca” totalizam 29% dos votos.

Já aqueles que só fazem churrasco de vez em quando, votaram na opção somente “às vezes”, e somaram os 21% restantes dos votos.

Inscreva-se no canal de NÁUTICA no YouTube e ATIVE as notificações

A rigor, qualquer lancha ou veleiro pode ter uma churrasqueira, desde que ela seja apropriada para uso náutico — ou seja, pequena, com tampa e presa na plataforma de popa ou no guarda-mancebo — mas sempre na parte de trás do barco, onde o vento é menor e o espaço, maior.

Na proa não é indicado, porque, quando ancorados, os barcos ficam naturalmente aproados no vento, o que significa que a fumaça irá se estender por todo o casco. Além disso, o vento pode trazer partículas de carvão para bordo e aí o resultado será, no mínimo, um convés encardido.

Churrasco é a mais simples das refeições, não exige nada além de fogo e carne e, ao contrário dos lanches, é um ótimo pretexto para reunir todo mundo. Confira estas dicas a seguir para ter uma ótima experiência!

churrasco no barco

Leia também

» Arrais-Amador é a habilitação mais comum entre os seguidores de TV NÁUTICA. Confira

» Lancha cabinada com flybridge é o tipo favorito para passear, segundo seguidores da TV NÁUTICA

» Enquete: veja o que é fundamental para os seguidores de NÁUTICA em lanchas na faixa dos 40 pés

1 – Não use líquidos combustíveis para acender o fogo, porque eles podem escorrer para o casco. Só acendedores próprios ou pão embebido em álcool;

2 – Mantenha a temperatura do braseiro estável. Se o carvão diminuir ou acabar e esfriar demais, a carne endurece;

3 – Não lave a carne nem a coloque direto do descongelamento no fogo, porque, com o calor, ela perderá muito sumo e tenderá a ficar seca e dura;

4 – Vire a carne na medida em que for surgindo certo “suor” na parte de cima. Quando isso acontecer, ela já estará mal passada, quase ao ponto;

5 – Deixe um pouco de gordura, mesmo que você não coma nem goste disso, porque ela realça o sabor da carne;

6 – Calcule 400 gramas por pessoa, mas lembre-se de que atividades na água sempre dão fome;

7 – O melhor carvão é o de madeira de eucalipto, que além de ecologicamente correto, não gera tanta cinza nem faz tanta fumaça;

8 – Fogo bom não tem labaredas, apenas brasas incandescentes. Tente mantê-lo assim, abrindo, com certa frequência, a tampa da churrasqueira, para controlar as chamas;

9 – Não coloque muito carvão, mas vá repondo aos poucos, até porque, nas churrasqueiras de barcos, cabe bem menos. Por isso, acaba rápido;

10 – Para preservar a suculência da carne faça um “selamento” antes de assá-la, colocando-a no fogo bem quente durante um ou dois minutos. Isso criará uma película em volta dela, que reterá o seu sumo;

11 – Churrasco de verdade, segundo os puristas, deve ser ao ponto ou, então, mal passado — carne torrada jamais! Mas gosto, obviamente, não se discute. Na dúvida, pergunte o gosto de cada um.

Por Naíza Ximenes sob supervisão da jornalista Maristella Pereira

Fiquem atentos à nossa próxima enquete, que já está no ar! Queremos saber: Você costuma fazer churrasco no seu barco? Clique aqui e responda. 

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Peixe-lua encontrado em praia dos EUA pode ser o maior já registrado na história

    Espécie rara de 2,2 metros foi encontrada já sem vida na cidade de Gearhart, no estado de Oregon

    Linda e precária: ilha no Caribe Colombiano é a mais densamente povoada do mundo

    Com 10 mil m² de área, Santa Cruz del Islote tem apenas 825 habitantes e sofre com turismo predatório

    Ilhabela deve ganhar 1ª usina de dessalinização de água de São Paulo em 2026

    Projeto prevê aumento de 22% no volume de água tratada no município, atendendo mais de 8 mil pessoas

    Descanso sobre as águas: hospedagem em barcos atracados é opção de lazer no litoral brasileiro

    Ideia dispensa a necessidade de carteira náutica e traz valores acessíveis para uma experiência pra lá de diferente

    Falkirk Wheel: conheça o elevador gigante para barcos que virou ponto turístico

    Construção na Escócia foi feita para driblar desnivelamento maior que um prédio de dez andares