Do Oiapoque ao Chuí: canoísta de 60 anos percorre costa brasileira a remo

O atleta e aventureiro Adelson Rodrigues está percorrendo cerca de 8 mil km a remo em um pequeno caiaque oceânico

27/10/2022

O canoísta paulista Adelson Rodrigues já chegou na região sul do país rumo a localidade mais meridional do Brasil, no Rio Grande do Sul, onde pretende chegar em dezembro. Nesta semana, o atleta está em São Francisco do Sul, em Santa Catarina.

Em fevereiro deste ano, aos 60 anos, ele iniciou o desafio de percorrer toda a costa brasileira, entre o extremo norte do país — mas especificamente no Oiapoque, no Amapá — e o Chuí, no Rio Grande do Sul. Com isso, ele será o primeiro brasileiro a remar toda a costa brasileira — cerca de 8 mil quilômetros — com caiaque oceânico.

 

“A aventura é o que sempre me motivou. Desde criança sou atleta, disputei muitas provas de natação,  triathlon, fiz muitas aventuras de escalada, montanhismo”, conta Adelson.

Tudo isso faz com que a gente esteja sempre de corpo e alma nessas aventuras que envolvam desafios. Isso tem sido a minha vida – Adelson Rodrigues

Na rotina da expedição, Adelson rema – conforme condições climáticas – a média de 30 km/dia em cerca de cinco a seis horas. Além de conhecer as cidades litorâneas, também ministra palestras sobre a aventura.

A expedição, que está chegando ao fim, está sendo contada nas redes sociais e vai se transformar em um livro. Este será a terceira obra de Adelson com narrativas de desafios — os outros dois livros são “Atraído Pela Montanha” e “Meu Norte”.

 

Adelson é educador físico e já foi campeão de natação em águas abertas — nadou em equipe do Arquipélago de Alcatrazes à São Sebastião (SP) e de Castilho (SP) à Panorama (SP), pelo Rio Paraná.

 

Ele também já participou de provas de triathlon, correu a Ironman, na Espanha, no Brasil e na África do Sul, além de outras maratonas. Adelson ainda foi campeão nas provas de Aquathlon, ficando entre os cinco top e competiu em cinco provas de corridas de aventura, uma de 80km solo.

 

E não para por aí, também escalou o Monte Aconcágua, na Argentina, com 6.962m de altitude, além de ser chefe escoteiro e mergulhador.

Sugestões de pautas

    Náutica Responde

    Faça uma pergunta para a Náutica

      Relacionadas

      Circuito Ilhabela de Vela Oceânica - Copa Mitsubishi de Vela começa em 1º de março

      Dividida em dois finais de semana, primeira etapa da temporada 2024 acontece nos dias 2, 3, 9 e 10 de março

      Arquiteto cingalês cria projeto de restaurante à beira-mar com formato de tartaruga gigante

      Estabelecimento, além de criar conexão com o animal, se conecta com a natureza e com a sustentabilidade

      FS 290 Outboard estreia sobre as águas de Fort Lauderdale, na Flórida

      Embarcação é fruto do recém-inaugurado novo centro de distribuição da FS Yachts nos EUA

      Público do Rio Boat Show 2024 tem desconto exclusivo em hotel oficial

      Bem localizado, Novotel Leme oferece condições especiais para visitantes do salão náutico mais charmoso da América Latina

      Visita de mergulhador a restos de baleia vence concurso de fotos subaquáticas do mundo; veja imagens

      Competição de fotos de dentro do mar acontece anualmente e conta com diversas categorias