Martine e Kahena são indicadas ao prêmio de melhores do ano

Por: Redação -
03/10/2016

Campeãs olímpicas na classe 49erFX nos Jogos Rio 2016, as velejadoras Martine Grael e Kahena Kunze foram indicadas pela Federação Internacional de Vela (World Sailing) ao Prêmio de Melhores Velejadoras em 2016. Esta é a segunda vez que as brasileiras concorrem ao troféu. Em 2014, ano em que se sagraram campeãs mundiais, elas venceram a disputa.

O anúncio dos vencedores nas categorias masculino e feminino será no dia 8 de novembro, em Barcelona, na Espanha, sede da Conferência Anual da World Sailing. A decisão será tomada pelos integrantes da federação, além do voto popular. Esta será a primeira vez que o público poderá ajudar na escolha. A votação dos fãs começa no dia 4 de novembro e irá durar 72 horas.

“É uma honra entrar para a lista das melhores velejadoras do ano depois de um final de Jogos Olímpicos tão emocionante. Estou muito satisfeita com os resultados da temporada e de ter sempre mantido o nível mesmo com a lesão da Kahena. Ficamos muito gratas pela nomeação”, afirmou Martine.

As brasileiras terão como adversárias a holandesa Marit Bouwmeester, campeã olímpica na Rio 2016 na Laser Radial; a argentina Cecilia Carranza Saroli, medalha de ouro na Olimpíada na classe Nacra 17 ao lado de Santiago Lange; as britânicas Hannah Mills e Saskia Clark, campeãs olímpicas na 470 feminina nos Jogos Rio 2016; e a francesa Charline Picon, medalha de ouro na Olimpíada na classe RS:X feminina.

No masculino, concorrem ao prêmio os neozelandeses Peter Burling e Blair Tuke, da classe 49er; os croatas Sime Fantela e Igor Marenic, da 470 masculina; o argentino Santiago Lange, da Nacra 17; o britânico Giles Scott, da Finn; e o francês Damien Seguin, da classe paralímpica 2.4mR.

O Prêmio de Melhor Velejador do Ano é um dos troféus de maior prestígio no mundo da vela. Criado em 1994 pela Federação Internacional, ele conta com grandes nomes da modalidade na sua lista de vencedores. Além de Martine e Kahena, já ganharam o troféu Torben Grael, em 2009, e Robert Scheidt, em 2001 e 2004.

Foto Divulgação

Assine a revista NÁUTICA: www.shoppingwww.nautica.com.br

 

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Catamarã elétrico de startup vence concurso e fará parte da autoridade marítima de Singapura

    Embarcação participa do projeto singapurense que pretende acabar com emissões portuárias até 2050

    Casas flutuantes em alta: conheça as mais luxuosas do mundo

    Inspire-se com cinco modelos das moradias sobre as águas que estão fazendo a cabeça dos milionários

    Com dois barcos de 19 pés, Ross Mariner mostra lançamento no Rio Boat Show 2024

    Boas opções de entrada, embarcações estarão no salão, de 28 de abril a 5 de maio, na Marina da Glória

    NÁUTICA Talks recebe Marina Bidoia, mais jovem velejadora a concluir a Refeno

    Velejadora realizou o trajeto Recife-Fernando de Noronha aos 24 anos, e vai levar experiência ao Rio Boat Show 2024

    Posto flutuante da rede Golfinho estará no Rio Boat Show 2024

    Loja de conveniência batizada de WayPoint também será apresentada de 28 de abril a 5 de maio, na Marina da Glória