Opinião: por que é melhor comprar um barco novo do que uma casa na praia?

Por: Redação -
18/08/2022

Por Marcelo Pinheiro*

“Antes de comprar meu primeiro barco novo (e lá se vão três depois dele, porque eu não abro mão de investir numa embarcação novinha a cada dois ou três anos, sempre saltando de faixa), eu acreditava ser uma boa ideia ter uma casa de praia, especialmente no litoral norte de São Paulo, onde tive a minha. Doze anos depois, casa de praia para mim agora, nem pensar!

Ao investir na compra de um imóvel no litoral, você se sente obrigado a passar o fim de semana ou as férias sempre no mesmo lugar, porque investiu um bom dinheiro e o patrimônio não pode ficar ali abandonado. Manter uma casa na praia é um luxo que sai caro — é preciso investir em manutenção e em vigilância, além de serviços esporádicos de limpeza e jardinagem. Raramente você consegue aproveitá-la o suficiente para compensar as despesas. São muitos gastos tanto para usar quanto para manter. Se for mal cuidado pode gerar vários transtornos. E desvalorizar em momentos de crise.

Em contrapartida, no conforto de um barco novo, a cada saída da marina você pode optar por uma praia diferente.

Você se sente livre para poder variar o local de seus fins de semana.

No meu caso, com a casa de praia, eu me sentia obrigado a ir sempre para o mesmo lugar. Agora, fico variando entre uma praia e outra e, quando quero ir mais longe, estico até Ilhabela, Ubatuba, Paraty e Angra dos Reis, ou durmo atracado na marina mesmo, que é quase como um pequeno condomínio.

É claro que você não tem de optar entre uma casa no litoral ou um barco. Até porque é possível — e frequente — ter os dois ao mesmo tempo; um complementa o outro, embora também gere duas despesas. Mas qualquer pessoa que já tenha passado um fim de semana a bordo de uma lancha novinha em folha sem ter que se preocupar com a limpeza da piscina (aliás, quem tem um barco nem precisa de piscina, porque já tem a maior de todas em volta do próprio barco), sabe bem que um bom barco é melhor do que uma casa de veraneio.

Obviamente, não é exatamente a mesma coisa. Mas, guardadas as proporções, um barco com uma boa cabine oferece tudo o que uma casa tem, além da vantagem de você poder levá-la para onde quiser, com o quintal mudando todos os dias. Com isso, até o risco de fins de semana trancados em casa por causa da chuva diminuem bastante. Se o tempo fechar, é só mudar de lugar.

Pelo preço de um apartamento apenas mediano à beira-mar em algumas cidades balneárias é possível comprar uma lancha nova na faixa dos 30 pés, com cabine com acomodações para um casal e duas crianças e a possibilidade de dormir a bordo.

Já pelo custo de uma casa de praia em locais mais badalados do litoral brasileiro dá para ter uma lancha maior, na faixa de 40 pés, que já é bem mais completa e aconchegante.

Barcos na faixa dos 40 pés oferecem cada vez mais certos privilégios, como dois camarotes fechados, cabine com boa altura, cozinhas completas, banheiro super completo e espaço para ninguém sentir saudades da sua cama na velha casa de praia. São perfeitos para passar um fim de semana inteiro e não só passeios de poucas horas.

Enfim, há um fator decisivo ao optar por um barco novo em vez da casa de praia: o prazer!

Você já havia pensado nisso antes?”

*MARCELO PINHEIRO navega em uma lancha de 40 pés na região de Bertioga, no litoral de São Paulo, e, como um bom “louco por barco”, não perde um São Paulo Boat Show.

Vem aí o São Paulo Boat Show 2022

A histórica 25ª edição do São Paulo Boat Show está chegando. De 23 a 28 de setembro, a capital paulista vai sediar o maior salão náutico indoor da América Latina. São esperados para 2022 mais de 100 expositores, distribuídos por uma área climatizada de 90 mil m², com dezenas de novidades em lanchas, veleiros, jets, infláveis, motores, equipamentos, acessórios e serviços, além de atrações como destinos náuticos, palestras e objetos de luxo. Prepare o coração!

Anote aí!

SÃO PAULO BOAT SHOW 2022
Quando?
 De 23 a 28 de setembro
Onde? São Paulo Expo
Mais informações: saopauloboatshow.com.br

VEJA TAMBÉM
>> Memória Náutica: veja como foi o São Paulo Boat Show 2004
>>
Visitantes do São Paulo Boat Show têm descontos exclusivos em hotéis

ESTE ESPAÇO É SEU! Se você tem algo a dizer sobre a vida náutica, mande e-mail para [email protected] com o seu relato.

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Em fase final de testes, Aquabus de Ilhabela transportaram 1,5 mil pessoas no fim de semana

    Novo sistema de transporte aquaviário contará com três catamarãs e capacidade para 60 pessoas em cada viagem; data de inauguração ainda não foi divulgada

    Italiana Rossinavi lança catamarã híbrido-elétrico de 43 metros

    Modelo nasce como “projeto mais inovador” do estaleiro, com tecnologias sustentáveis e até uso de Inteligência Artificial

    Schaefer Yachts anuncia barco que não afunda, ideal para resgates em alto-mar

    Com o nome de Interceptor 48 Pilot, novidade é fruto de parceria com a empresa irlandesa Safehaven Marine

    Criatura de 18 metros está impactando a cadeia alimentar da vida marinha; entenda

    Gelatinoso e transparente, os "picles do mares" causam perturbações no ecossistema durante as ondas de calor oceânicas e preocupam cientistas

    Minas Gerais ganhará bar flutuante de vinhos na Represa do Funil

    Com o nome de Almas Gerais, iniciativa tem previsão de entrega em julho de 2024 e faz parte do milionário projeto Enovila