Reino Unido quer abrigar migrantes ilegais em espécie de prisão flutuante

Navio com nome Bibby Stockholm tem capacidade para 506 pessoas e está atracado no sul da Inglaterra

21/07/2023
Fotos: YouTube Sky News / Reprodução

O navio Bibby Stockholm, que tem aparência de um bloco de apartamentos, tem sido chamado de “prisão flutuante” e causado polêmica entre os britânicos. Com capacidade para 506 pessoas, a embarcação deve ser destinada aos homens que cruzarem o Canal da Mancha de forma irregular.

O barco está atracado no porto da ilha de Portland, na costa sul da Inglaterra. Nas próximas semanas, são esperados 50 migrantes na cidade de Dorset, onde fica a ilha, para embarcarem no navio, de propriedade da empresa Bibby Marine Ltda.

O governo britânico pretende manter os “moradores” no barco por um período que pode variar entre três e seis meses — sendo que o porto de Portland já tem um ano e meio de contrato de atracação do navio.

Conheça o Bibby Stockholm

Ao todo, o Bibby Stockholm tem 222 quartos duplos, que contam com banheiro, chuveiro, janela para o exterior, televisão e armários. Segundo o governo britânico, os homens terão garantido o direito de ir e vir — o Ministério do Interior preparou um serviço de ônibus para isso. Contudo, todos deverão assinar um livro de registro, tanto para entrar quanto para sair da embarcação.


Segundo a empresa hospedeira, o Bibby Stockholm dispõe de serviço Wi-Fi, refeitório, ginásio, lavandaria e uma sala multiconfessional, para orações. O custo estimado é de 23 mil euros por dia com segurança, saúde e alimentação, garantidos pelo governo.

Críticas ao governo de Rishi Sunak

Organizações humanitárias têm criticado a medida de Rishi Sunak, primeiro-ministro do Reino Unido. Para elas, a embarcação é como uma prisão flutuante. O governo, por sua vez, segue ignorando as críticas sobre o assunto — que divide opiniões.

O fato é que a chegada da embarcação foi regada a protestos de manifestantes, que levantavam cartazes com os dizeres “não à prisão flutuante” e defendiam os direitos dos refugiados. Por outro lado, alguns protestavam contra a chegada de migrantes na cidade. Porém, havia uma unanimidade: ambos os lados querem que a prisão flutuante vá embora.

 

Hoje, no Reino Unido, mais de 160 mil pessoas aguardam o processamento de pedidos de asilo. O governo tem mantido parte dessas pessoas (51 mil) em hotéis no país, somando um custo que ultrapassa os 6 milhões de euros por dia.

 

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Fountaine Pajot leva catamarã de 16 metros ao Rio Boat Show 2024

    Aura 51 é o maior catamarã a vela sem flybridge do estaleiro francês e estará no evento náutico de 28 de abril a 5 de maio

    No NÁUTICA Talks, Elio Crapun palestra sobre revolução dos hidrofólios nas embarcações

    Velejador abordará detalhes sobre realidade e avanços de barcos que navegam sobre fólios durante o Rio Boat Show 2024

    Casarini Boats levará mistura de bote com jet ao Rio Boat Show 2024

    Embarcação inovadora será um dos destaques do evento que acontece de 28 de abril a 5 de maio, na Marina da Glória

    No NÁUTICA Talks, Paula Vianna mergulha nos desafios da fotografia subaquática

    Vencedora de concursos internacionais, fotógrafa é presença confirmada no Rio Boat Show 2024

    Série de NÁUTICA com família a bordo de barco centenário já tem data de estreia

    Com 10 episódios, “A Europa como você nunca viu” acompanhará um casal, uma criança e um cachorro pelos canais dos Países Baixos