Yamaha terá jets e motores no Marina Itajaí Boat Show 2024; confira modelos

Quatro WaveRunners e motores de popa vão compor o estande da marca no salão, que acontece de 4 a 7 de julho

21/06/2024
Jets Yamaha durante o Marina Itajaí Boat Show 2023. Foto: Foto: Acioni Cassaniga e Marcello Sokal / Revista Náutica

De 4 a 7 de julho, os jets e motores da Yamaha vão atracar no Marina Itajaí Boat Show para deixar o salão ainda mais completo. A marca japonesa terá quatro de seus WaveRunners no evento: FX Cruiser SVHo, FX Cruiser HO, GP SVHO e o SuperJet. Além das motos aquáticas, quatro motores de popa completarão o estande da marca.

Entre os WaveRunners, destaque para o SuperJet, modelo testado por NÁUTICA que é considerado um verdadeiro clássico das motos aquáticas. Já em sua terceira geração, o jet feito para pilotagem em pé é equipado com motor quatro tempos de 1.049 cilindradas e 110 hp de potência, sem carburador — o que permite manobras ainda mais ousadas e emocionantes. Confira detalhes completos no teste:

 

 

Quem for ao estande da Yamaha no Boat Show de Itajaí em busca de motores, encontrará modelos como o F6, ⁠15GMH, 40AW e o F200NST. Esse último, inclusive, traz direção eletro-hidráulica integrada, o que garante mais espaço de armazenamento e conforto na navegação. A instalação do equipamento é facilitada e o comando eletrônico traz o sistema Helm Master EX, com piloto automático e joystick.

Estande da Yamaha durante o Marina Itajaí Boat Show 2023. Foto: Acioni Cassaniga e Marcello Sokal / Revista Náutica

A Yamaha também marcou presença na primeira edição do Marina Itajaí Boat Show em 2023. Por lá, Marcelo Borck, consultor de negócios da marca para a região Sul do país, ressaltou que “o polo náutico do Brasil é Santa Catarina”.

Marina Itajaí Boat Show 2024

O Marina Itajaí Boat Show 2024 vai reunir lazer e negócios à beira-mar, além de trazer as principais novidades em embarcações, produtos, acessórios, serviços no shopping náutico e opções de entretenimento para toda a família, em um circuito 360° sobre as águas. Com passarelas flutuantes e uma ponte móvel, o salão está com novo layout e 30% maior do que a edição anterior.


A campanha de conscientização ambiental “Só jogue na água o que o peixe pode comer”, criada pelo saudoso Ziraldo em parceria com Náutica, também vai atracar em Itajaí.

 

A projeção deste ano é que cerca de 20 mil pessoas passem pela Marina Itajaí durante os quatro dias de Boat Show. A edição deste ano ainda terá um propósito solidário, direcionando esforços para apoiar a população do Rio Grande do Sul afetada pelas enchentes: 5% da arrecadação com a venda de ingressos será destinada a apoiar essa importante causa, reforçando o compromisso do evento com a solidariedade e a responsabilidade social.

 

Anote aí!

Quando: De 4 a 7 de julho de 2024
Onde: Marina Itajaí (Av. Carlos Ely Castro, 100, Centro, Itajaí-SC)
Horário: Quinta e sexta-feira das 13h às 21h; sábado e domingo das 11h às 21h
Mais informações: site do evento
Ingressos: site oficial de vendas

 

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Tags

    Relacionadas

    Homem recupera Apple Watch que estava perdido no mar do Caribe há mais de um ano

    Aparelho foi encontrado ainda funcionando graças à ferramenta de localização do dispositivo

    Fluvimar mostrará sua linha de pontoons e barcos de pesca no Brasília Boat Show

    Estaleiro paranaense tem 30 anos de mercado e quase 13 mil barcos na água; salão acontece de 14 a 18 de agosto

    Maior barco da Fibrafort, lancha F420 Gran Coupé será destaque no Brasília Boat Show

    De 14 a 18 de agosto, público do evento náutico poderá conferir de perto os detalhes dessa e de outras duas embarcações do estaleiro

    Doutor Bruno: atleta olímpico dividiu rotina do kitesurf com medicina e mira ouro em Paris

    Entre plantões médicos e velejadas, Bruno Lobo superou lesões e falta de apoio para estrear nas Olimpíadas de 2024

    Fotos inéditas do Titanic prometem revelar detalhes nunca vistos dos destroços

    Expedição ao naufrágio conta com dois robôs ultra tecnológicos, que farão imagens e mapeamentos 3D no fundo do oceano