Setor náutico perde Alberto Sodré, grande nome da fotografia no país

Por: Redação -
01/02/2021

O setor náutico está de luto! Neste fim de semana, o fotógrafo Alberto Sodré morreu aos 61 anos, em São Paulo. Sodré estava internado no Hospital do Vale do Paraíba desde o dia 18 de janeiro, após complicações em uma cirurgia de redução do estômago, feita há 10 anos, e faleceu na madrugada do sábado (30).

Inscreva-se no canal de NÁUTICA no YouTube e ATIVE as notificações

“Cação”, como era conhecido, foi colaborador do Grupo NÁUTICA, registrando, além de muitos Boat Shows, inúmeros momentos na água. Ele também trabalhou em diversas publicações, foi correspondente de revistas internacionais no Japão, Estados Unidos e Europa, e recebeu da ASP (atual WSL) o prêmio Best Print Magazine, oferecido a profissionais de ponta em reconhecimento à relevância e qualidade de seus trabalhos.

Leia também

» Barco casa com academia e pista de dança chama atenção no Rio Tâmisa, em Londres

» Organização holandesa anuncia parceria para limpar os rios mais poluídos do mundo. Entenda

» Conheça a recente jornada de Mike Horn à Groenlândia com veleiro construído no Brasil

Nos últimos anos, Alberto Sodré atuou com criações e produções de fotos, vídeos e ações culturais e publicitárias focadas em meio ambiente, esportes náuticos, motovelocidade e automobilismo.

O Grupo NÁUTICA se solidariza à família e aos amigos de Sodré neste momento de perda e dor.

Gostou desse artigo? Clique aqui para assinar o nosso serviço de envio de notícias por WhatsApp e receba mais conteúdos.

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Tanzanite: megaiate de 120 metros será um dos maiores já feitos na Holanda

    Novo carro-chefe do estaleiro Amels, embarcação de luxo será uma das maiores já feitas na Holanda

    Adegas rifam vinho de R$ 5 mil, envelhecido no fundo do mar, para ajudar RS

    Empresas já arrecadaram mais de R$ 100 mil com bilhetes vendidos a R$ 10 cada

    Temporada de baleias: confira regras e onde avistar o animal no Brasil

    De junho a novembro, cetáceos saem da Antártica em busca das águas brasileiras para se reproduzirem

    Cidade perdida no meio do Pacífico tem localização remota e mistério sobre sua construção

    Localizada sobre um recife de corais, a cidade perdida de Nan Madol tem fama de "amaldiçoada" e intriga cientistas

    Registro raro: lula de mar profundo ataca câmera com tentáculos “acesos”; assista

    Filmagem mostra animal sendo atraído por isca presa a uma câmera a mais de mil metros de profundidade no Pacífico Sul