Barco inflável: 4 dicas para você conferir antes de comprar o seu bote

Modelo é um dos mais versáteis do mundo náutico, mas é preciso se atentar antes de garantir o seu

Por: Redação -
04/01/2024

Os barcos conhecidos como botes ou infláveis compõem uma categoria das mais versáteis do mundo náutico. Esse tipo de embarcação se adequa a inúmeras aplicações, tamanhos, tipos e usos — desde militares e comerciais até o esporte e recreio.

A denominação inflável, contudo, costuma passar uma impressão de algo sem rigidez, como uma boia. E, claro, não é bem assim. Botes de uso geral, para pelo menos 4 pessoas ou mais, possuem casco rígido, geralmente de fibra de vidro e, por isso, são chamados de semirrígidos.

O barco inflável sempre foi popular. Com o tempo, esse tipo de embarcação cresceu e passou a ser utilizada para diversas atividades diferentes — e, por sua versatilidade, começou a adquirir cada vez mais adeptos. Por isso, se sua intenção for adquirir um barco como esse, a equipe de NÁUTICA traz algumas dicas para se atentar antes da compra.

Tecido do barco inflável

É muito importante ficar atento ao tecido do barco inflável que será escolhido. Há, basicamente, dois tipos de tecido no mercado: o de PVC (conhecido como tecido plástico) e o hypalon (conhecido como tecido emborrachado). O hypalon, no caso, é a superfície de um tecido muito resistente, a base de poliéster, neoprene e pigmentado com o próprio hypalon.

 

A dica é escolher o tecido pensando no preço, claro, mas também na sua durabilidade. Se o intuito da compra de um barco inflável for para utilizá-lo como um barco de apoio, como as marinas fazem, escolha o hypalon: ele é um tecido superior, porém, mais caro. Por outro lado, se a embarcação for para passeio, o PVC cairá bem, já que não deixa de ser um bom tecido, apesar de ser menos resistente e com menor durabilidade.

Cockpit do barco inflável

O bote inflável pode ter o intuito de transportar pessoas ou até mesmo cargas. Por isso, é importante ter um cockpit amplo, todo aberto, já que o espaço é fundamental.

 

Em modelos menores, você pode optar por comandar o barco inflável diretamente no motor de popa. Outra opção é ter um comando à distância do motor — geralmente no centro ou mais à proa — permitindo, assim, a circulação lateral e ligando os ambientes de maneira fácil e desimpedida.

 

Ainda no cockpit, é importante que haja um paiol arejado para receber o tanque de combustível (gasolina ou diesel) e impedir o acúmulo de gases oriundos da evaporação do produto.

Segurança no bote inflável

O barco inflável foi feito exatamente para não afundar, mas, ainda assim, é preciso ter atenção à segurança do bote. Por isso, vale saber que quanto mais câmaras isoladas dentro dos tubulões ele tiver, mais seguro o barco será. Isso porque caso haja algum vazamento, dano ou rasgo, este ficará localizado em apenas uma câmara.

 

Observe se o fabricante oferece capota — que precisa ser feita na medida para o barco. Alguns estaleiros oferecem escadas para uma melhor mobilidade. Vale verificar se há carreta para reboque: algumas, inclusive, já são apropriadas para uso nos barcos — podem ser de encalhe ou rodoviária.

 

Veja se a empresa oferece âncora, com a quantidade exata de corrente e ou cabos necessários. Outro ponto importantíssimo para checar a segurança do bote inflável é verificar as conexões elétricas, conferindo se não há fios soltos, mal ajustados, com emendas e outros pontos de atenção. Às vezes, por se tratar de um bote, algumas pessoas acham que as instalações não precisam ser caprichadas, e isso é, além de um grande erro, um risco.


Itens importantes

Alguns itens são importantes de verificar na hora de comprar seu barco inflável. São eles: remos de emergência, instalação do ralo de escoamento do convés e seu bujão, alças de içamento no convés, acesso ao tanque de combustível com possibilidade de inspeção visual, acompanhamento da bomba e bico adequado para inflar os tubulões, cabos e suas conexões de direção e engate do(s) manete(s), material de emergência e abandono e, claro, a documentação para uso e navegação.

 

Outro item muito bem-vindo, quando o tamanho do bote permitir, é um bom banco, ao menos para o piloto, o que alivia bem quem mais tempo vai ficar embarcado e concentrado na pilotagem.

 

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Olimpíadas de Paris: você sabia que o surfe não será disputado na França?

    Em decisão polêmica, Comite Olímpico escolheu outro país para sediar todas as baterias do esporte; entenda

    Adolescente para lancha desgovernada e impede acidente em lago nos EUA

    Imagens gravadas por quem estava no local mostram jovem de 17 anos saltando de um jet em direção ao barco que rodopiava sem condutor

    Público do Brasília Boat Show tem desconto exclusivo em hotéis parceiros; saiba como funciona

    Visitantes do evento náutico, que atraca pela primeira vez no Lago Paranoá, poderão desfrutar de condições especiais no momento da reserva

    Navio de pesquisa de 1962 é capaz de “ficar de pé” no mar; assista em ação

    Quando na vertical, paredes internas viram pisos e móveis são adaptados para a nova posição

    Na dúvida de qual jet comprar? Confira modelos da Sea-Doo para cada necessidade

    Empresa conta com opções que atendem desde iniciantes no universo náutico até apaixonados por velocidade ou pesca