Robert Scheidt será o embaixador da 51ª Semana Internacional de Vela de Ilhabela

Maior medalhista da história olímpica do Brasil estará no evento patrocinado pela Mitsubishi de 20 a 27 de julho

22/05/2024
Foto: Fred Hoffmann / SIVI/ Divulgação

A tradição de Ilhabela na vela e a expertise dos mais de 40 anos de dedicação de Robert Scheidt à modalidade estarão juntos na 51ª Semana Internacional de Vela de Ilhabela (SIVI). Isso porque o atleta olímpico que mais medalhas trouxe ao Brasil (com cinco) foi escolhido o embaixador da competição que acontece de 20 a 27 de julho, no Yacht Club de Ilhabela (YCI).

A 51ª edição da maior competição de vela oceânica da América Latina promete ser inesquecível para os amantes do mar. Além do nome de peso de Scheidt, as regatas na Capital da Vela terão uma homenagem especial aos atletas olímpicos da modalidade — o esporte soma 19 medalhas nos Jogos e é um dos mais vitoriosos do país. As regatas ainda devem reunir mais de 100 barcos e 900 velejadores pelas águas da ilha.

Foto: Fred Hoffmann / SIVI/ Divulgação

Morador de Ilhabela desde o final de 2023, Robert Scheidt participa da SIVI desde 1982, quando navegava de Optimist na Semana de Monotipos, em um barquinho de madeira. O atleta venceu em duas oportunidades a bordo de barcos grandes: 2011 com o HPE-25 Atrevido e 2022 com o C-30 Caballo Loco.

 

Nesta temporada, Scheidt já correu a Copa Mitsubishi e deve estar na lista de presença do evento náutico. Apesar de ainda não ter definido em qual barco vai correr o campeonato, uma coisa é certa: o velejador olímpico estará prestigiando a competição e as ações da regata, como o Vela do Amanhã e o Desfile dos Barcos.

Não é só a parte de água, tem muitas atividades dentro e fora do clube. É diferente da Europa, lá eles terminam as regatas e vão para casa. Aqui temos grandes eventos, uma programação extensa– destacou Robert Scheidt sobre a SIVI

O velejador ressaltou ainda que a SIVI é “um evento bem organizado num local privilegiado para se velejar. No inverno brasileiro temos condições maravilhosas, com vento na Ponta das Canas ou no Canal. Aqui tem uma quantidade enorme de barcos participando, que dão a chance para velejadores se testarem uns contra os outros. Tem gente de todas as idades”.


O diretor de vela do Yacht Club de Ilhabela, Demian Pons, comemorou a escolha de Robert Scheidt que, na avaliação dele, não é apenas um nome reconhecido no mundo da vela, mas, sim, uma “lenda viva”.

Ao selecionar Scheidt como embaixador da SIVI buscamos não apenas alguém com um currículo impressionante, mas também alguém que personificasse os valores de excelência, paixão e dedicação que este evento representa– Demian Pons, sobre a escolha de Scheidt

Maior medalhista da história olímpica do Brasil, Robert Scheidt soma cinco pódios na competição: duas medalhas de ouro (Atlanta 1996 e Atenas 2004), duas de prata (Sydney 2000 e Pequim 2008) e uma de bronze (Londres 2012).

A vela está no meu sangue! Depois de Atlanta 1996, será a primeira olimpíada que não vou participar. É uma sensação estranha, mas eu nunca tive tão relaxado, tão calmo… Fica a torcida para a Equipe Brasileira de Vela– declara Robert Scheidt 

Neste ano, Robert Scheidt receberá uma biografia intitulada “Robert Scheidt – O Amigo do Vento”. Escrita pelo jornalista Rafael De Marco, a história narra a jornada do velejador que começou a contar as primeiras milhas ainda aos 9 anos em 396 páginas, e está prevista para ser lançada no início de junho.

Inscrições para a 51ª edição SIVI

As inscrições para a 51ª Semana Internacional de Vela de Ilhabela — que acontece de 20 a 27 de julho, no Yacht Club de Ilhabela (YCI) — foram abertas em maio por meio do site oficial da competição. A regata terá barcos das classes ORC, BRA-RGS, RGS Cruiser, C-30, Clássicos e VPRS.

 

O acesso ao sistema de inscrições estará disponível até o dia 19 de julho, sendo que o valor da taxa de inscrição do veleiro será definido no momento do cadastro.

 

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Estrada de pedra de 7 mil anos atrás é registro da história no fundo do Mar Adriático

    Cerâmicas e outros artefatos encontrados no local são vestígios que podem ter pertencido a antiga civilização de Hvar, na Croácia

    Curtir paisagens com água diminui a frequência cardíaca, apontam estudos

    Efeito positivo da água sobre a pressão arterial foi comprovado em três experiências com humanos

    Estaleiro holandês Feadship lança seu primeiro superiate movido a energia solar

    Embarcação de 59,5 metros representa mais um passo da marca rumo ao objetivo de ser neutra para o clima até 2030

    Mestra levará seu maior barco ao Marina Itajaí Boat Show 2024

    Estaleiro estará no evento náutico com três opções de lanchas que vão de 29,5 pés a 35 pés

    Com sucata, mecânico constrói barco à mão para ajudar ilhados no Rio Grande do Sul

    Geraldo perdeu quase tudo na enchente, menos a vontade de ajudar ao próximo