Luxuoso e sustentável: conheça o megaiate movido por sua própria produção de hidrogênio

Embarcação é a primeira desse porte no mundo a oferecer a tecnologia

17/10/2023
Foto: MASK Architects / Divulgação

A sustentabilidade tem sido um dos grandes pontos de partida de novas embarcações na indústria naval. Barcos movidos por fontes sustentáveis de energia já não são novidade e, cada vez mais, parecem ser o futuro da navegação. Seguindo essa linha, o ONYX H2-BO 85, da italiana MASK Architects, chega como o primeiro megaiate do mundo movido por sua própria produção de hidrogênio.

A embarcação luxuosa e minimalista combina eletrólise — utilizando água do mar — com turbinas hidrelétricas, para fornecer uma solução de energia sustentável para curtas distâncias de cruzeiro. Com essa tecnologia, o barco não emite gases nocivos, minimizando impactos ambientais — quase que inevitáveis em grande parte das embarcações ao redor do mundo.

Foto: MASK Architects / Divulgação

Segundo o portal DesignBoom, os geradores convencionais são superados graças às turbinas hidrelétricas do ONYX H2-BO 85, que são capazes de capturar a energia cinética da água circundante, permitindo assim a geração e o armazenamento de hidrogênio a bordo, o que elimina a necessidade de grandes reservas de combustível.

Foto: MASK Architects / Divulgação

Ou seja, a embarcação deixa de depender de combustíveis fósseis (recursos naturais não-renováveis), já que a tecnologia utilizada é capaz de fornecer energia facilmente acessível durante a navegação ou ancoragem em baixa velocidade.

Este notável navio não só anuncia uma nova era de sustentabilidade na indústria náutica, mas também estabelece novos padrões de luxo e consciência ecológica – MASK Architects em postagem no Instagram


O ONYX H2-BO 85 se destaca não somente por ser um megaiate sustentável, mas também por seu visual. A embarcação de 85 metros de comprimento tem um exterior refinado e, por dentro, é repleta de elegância e muito luxo.

Foto: MASK Architects / Divulgação
Foto: MASK Architects / Divulgação
Foto: MASK Architects / Divulgação

Segundo a MASK Architects, o visual do barco se deu graças aos designers de interiores renomados que trabalharam juntos em cada detalhe do barco. Os profissionais buscaram combinar materiais refinados com tecnologia de ponta a elementos sustentáveis, para que, assim, a embarcação tivesse um ambiente convidativo e ainda ecologicamente correto.

 

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    No NÁUTICA Talks, Paula Vianna mergulha nos desafios da fotografia subaquática

    Vencedora de concursos internacionais, fotógrafa é presença confirmada no Rio Boat Show 2024

    Série de NÁUTICA com família a bordo de barco centenário já tem data de estreia

    Com 10 episódios, “A Europa como você nunca viu” acompanhará um casal, uma criança e um cachorro pelos canais dos Países Baixos

    NÁUTICA Talks: velejador Silvio Ramos palestra sobre "cruzeiro dos sonhos" no rio Amazonas

    Criador do BRally, o empresário contará como foi a circum-navegação, em bate-papo que acontece dentro do Rio Boat Show 2024

    Governo abre inscrições para curso gratuito de Condutor de Turismo Náutico

    Formação, totalmente online, foi criada em parceria do Ministério do Turismo com Universidade Federal Fluminense

    Memória Náutica: relembre como foi o Rio Boat Show 2018

    Das lanchas de entrada aos grandes iates, o público pôde ver de perto opções para todos os gostos e bolsos