Maior evento náutico do Sul do país supera expectativas de público e geração de negócios

Marina Itajaí Boat Show foi realizado de 6 a 9 de julho, no litoral norte catarinense

11/07/2023
Foto: Otto Aquino / Revista Náutica

Mais de 21 mil visitantes passaram pelo Marina Itajaí Boat Show de 6 a 9 de julho. O evento apresentou 60 embarcações, além de produtos e serviços. A organização estima que R$ 247 milhões foram gerados em negócios, impulsionando o setor que emprega cerca de 100 mil pessoas, segundo a Associação Brasileira dos Construtores de Barcos e Implementos (Acobar).

O maior evento náutico do Sul do país e um dos mais expressivos da América Latina superou a expectativa de público e ultrapassou a estimativa de geração de negócios prevista. Realizado em Itajaí, no litoral norte de Santa Catarina — estado que concentra 70% da produção nacional de barcos a motor — o Boat Show reuniu 80 expositores durante os quatro dias de evento.

Foto: Victor Santos / Revista Náutica

O Marina Itajaí Boat Show é mais um exemplo da força náutica de Santa Catarina, estado que concentra boa parte da produção de embarcações de lazer do país – Ernani Paciornik, presidente do Grupo Náutica

“Como se trata de fabricação com processos personalizados e artesanais, diferentemente da indústria automobilística, impulsiona de forma significativa a geração de empregos”, explica Ernani Paciornik, presidente do Grupo Náutica.

 

“O Estado também é modelo para o país em termos de infraestrutura e belezas naturais. É exemplo de como o setor pode se desenvolver cada vez mais. E para isso, é fundamental a visão e contribuição do poder público no sentido de incentivar e impulsionar a náutica brasileira”, completa o presidente.

Foto: Victor Santos / Revista Náutica

“O Marina Itajaí Boat Show superou as expectativas, tanto em geração de negócios como público, e até o clima contribuiu para o sucesso do evento. Para o ano que vem, as projeções são as melhores, já que temos como meta crescer de 30 a 40%”, avalia a diretora geral da Boat Show Eventos, Thalita Vicentini.

O Boat Show conseguiu dar continuidade e aperfeiçoar o Salão Náutico Marina Itajaí, que já era consagrado. Ficamos felizes em fazer parte dessa história e com a presença dos estaleiros, novas marcas e mais estandes – Carlos Gayoso de Oliveira, diretor da Marina Itajaí

“Imaginamos que o evento irá tomar proporções ainda maiores nos próximos anos, reflexo da força náutica de Santa Catarina e do Sul, como mercado extremamente importante para este setor”, destaca o diretor da Marina Itajaí.

 

Durante o evento, os visitantes conferiram de perto as novidades do universo náutico, como modelos de embarcações de R$ 89 mil até R$ 55 milhões, além de um amplo mix de produtos e serviços voltados ao mundo náutico.


Para Cajar Nardes, de Itapema (SC), a feira superou as expectativas. “O evento está muito interessante e traz tecnologias inovadoras, com barcos que chamam atenção. Tenho a intenção de comprar uma lancha no futuro ou um veleiro para aproveitar a região”, comenta Nardes, que veio aproveitar o domingo com a família.

Foto: Victor Santos / Revista Náutica

Já o casal de Florianópolis Fernando Casagrande e Gabriela Ribeiro, tem a intenção de fazer um upgrade. “Temos um jet. Viemos visitar o Boat Show porque queremos usufruir ainda mais do mundo náutico e comprar uma lancha”, ressalta Casagrande.

 

Venda de embarcações em cotas, consórcio de barcos, detector de metal subaquático, robôs submarinos, equipamentos de segurança e decoração foram alguns dos atrativos. O evento ainda contou com atrações culturais, como desfile de moda, exposição fotográfica e atrações gastronômicas.

Sobre o Grupo Náutica

Com mais de 40 anos de mercado, o Grupo Náutica traz soluções em infraestrutura, eventos e comunicação náutica. É formado pela Revista Náutica (www.nautica.com.br), pioneira e líder absoluta no setor; o Boat Show, mais importante salão náutico da América Latina com as edições de São Paulo, Itajaí e Rio de Janeiro; a Metalu, maior fabricante de píeres e passarelas em alumínio do mundo; e a Ilha dos Coqueiros, em Angra dos Reis, um espaço que proporciona experiências exclusivas.

 

O grupo também se preocupa com as questões sociais e é detentora das ações “Só Jogue na Água o que Peixe pode Comer”, assinada pelo cartunista Ziraldo, e “Por Uma Cidade Navegável”, que busca a navegação em lugares inimagináveis, assim como desenvolve os principais Guias de Turismo Náutico do país.

 

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    E-combustíveis para o setor marítimo podem gerar 4 milhões de empregos, diz pesquisa

    Estudo foi encomendado pelo Fórum Marítimo Global e indica que as vagas serão abertas até 2050

    Futurista e feita de titânio: conheça a lancha de 55 pés que parece uma nave espacial

    Com estilo contemporâneo, será a primeira embarcação lançada pelo estaleiro Mirrari, dos Emirados Árabes Unidos

    Litoral de São Paulo e do Rio pode ter ondas de até 3 metros neste sábado (18)

    Alerta da Marinha do Brasil vale para as cidades de Santos e Campos dos Goytacazes; confira dicas de segurança em caso de ressaca marítima

    Projeto na Croácia quer criar cinco vilas ecológicas de luxo à beira mar com direito a barcos elétricos

    Ideia da eD-TEC visa redefinir o conceito de vida de luxo, oferecendo energia solar às moradias durante os 365 dias do ano

    Criança de 11 anos encontra fóssil de ictiossauro pré-histórico, o maior réptil marinho que já existiu

    Com a companhia do pai e pesquisadores, garota ajudou a desvendar a vida marinha de 200 milhões de anos atrás