Quanto maior, melhor? No Boat Show de Foz, Fibrafort aposta em barco de 42 pés

Entre as três lanchas exibidas pelo estaleiro no Lago de Itaipu, está a maior embarcação do 1º Foz Internacional Boat Show

Por: Redação -
25/11/2023
Foto: Victor Santos/Revista Náutica

A Fibrafort escolheu sua maior lancha, a F420 Gran Coupé, para a primeira edição do Foz Internacional Boat Show. A Focker 388 GT e a recém-lançada Focker 300 GT completam a escalação do time atracado no Iate Clube Lago de Itaipu (ICLI) até 26 de novembro.

Coordenador de negócios da Fibrafort, Thiago Luís Fagundes conta que, embora algumas pessoas questionem a escolha de um barco de 42 pés para navegar em águas doces, ele já tem a resposta na ponta da língua: “esse paradigma já vem sendo quebrado há muito tempo, em várias regiões do Brasil.”

Thiago Luís Fagundes, Coordenador de negócios da Fibrafort. Foto: Descio Oliveira e Douglas Guimarães/Revista Náutica

Thiago ressalta que “o barco não é necessariamente só um meio de transporte, ele é um lazer. Você passa o dia, pernoita… então você tem muita estrutura embarcada. E, quanto maior o barco, mais te estimula a estar nele”, explica.

Aqui no ICLI já comercializamos mais de 15 F420 Gran Coupé . Há um volume grande aqui desse modelo– Thiago Luís Fagundes, coordenador de negócios da Fibrafort

Foto: Victor Santos/Revista Náutica

O estaleiro de Itajaí, em Santa Catarina, já soma mais de mais de 30 anos de tradição no mercado náutico. A empresa possui uma variada gama de modelos, que vão de 18 a 42 pés. Atualmente, mais de 18 mil barcos já foram produzidos e comercializados pela Fibrafort, tanto no país quanto para o mercado internacional.

Grande parte do volume de produção da Fibrafort é destinado às pessoas que navegam em águas doces, como em Itaipu– Thiago Luís Fagundes, coordenador de negócios da Fibrafort

Descio Oliveira e Douglas Guimarães/Revista Náutica

Para além da F420, outro modelo que chama atenção no estande da marca é a Focker 300 GT, recém-lançada no São Paulo Boat Show 2023 — e pela primeira vez em exposição na água. Aliás, o visitante que quiser conhecer melhor as embarcações, pode fazer um test-drive dos barcos que fazem sucesso em Itaipu.

Se você andar aqui pelo clube, vai ver que a maioria [das embarcações] é Focker– Thiago Luís Fagundes, coordenador de negócios da Fibrafort

Lanchas Fibrafort no Foz Internacional Boat Show

F420 Gran Coupé

Maior lancha da Fibrafort, a F420 Gran Coupé tem 42 pés e foi projetada para ter uma navegação equilibrada, com ângulo do casco pensado para cortar melhor as ondas e melhorar o tempo de planeio e navegabilidade. Na cabine, um dos pontos altos da embarcação é a vasta entrada de luz natural, além da altura de 1,90 m, que se repete também no banheiro e na suíte do barco.

Foto: Fibrafort / Divulgação

Com capacidade para até 14 pessoas durante o dia e 4 no pernoite, a embarcação de 12,8 m (3,80 m de boca) tem uma cama de casal na proa e mais duas camas na popa com opção de complemento para casal. A lancha pode navegar com dois motores a diesel de 300 a 380 hp ou a gasolina, de 350 a 380 hp.

Focker 388 Gran Turismo

Com capacidade para 15 pessoas, a Focker 388 GT possui 11,57 m de comprimento, escada com alças para facilitar a volta da água para o barco e plataforma submergível. O espaço gourmet traz churrasqueira e solário rebatível.

Foto: Fibrafort / Divulgação

Focker 300 Gran Turismo

Grande novidade da Fibrafort, a Focker 300 GT possui um painel composto somente por telas, sem teclas. Através dele, é possível controlar as principais funções do barco de 30 pés, como luzes, tanque de combustível e bomba de porão. O modelo tem  9,10 m de comprimento, 2,80 m de boca e cabine de 1,77 metros de altura.

A embarcação tem espaço gourmet funcional completo na popa e, ao todo, até 12 passageiros podem passear a bordo do barco, sendo que 4 conseguem aproveitar o pernoite. Para navegar, a lancha tem duas opções de motorização: um motor centro-rabeta de 300 a 380 hp ou um motor de popa de 300 a 350 hp.

1º Foz Internacional Boat Show 2023

O mais novo encontro entre nações e barcos já está acontecendo no oeste do Paraná, na região da tríplice fronteira entre Brasil, Paraguai e Argentina!

 

O 1º Foz Internacional Boat Show traz embarcações na faixa dos 40 pés — a maioria delas disponível para test-drive — e cerca de 30 marcas para as águas doces do charmoso Lago de Itaipu.

Foto: Revista Náutica

Cerca de 15 mil visitantes devem passar pelo evento que marca o primeiro salão internacional com a chancela Boat Show, em uma parceria entre a Secretaria de Estado do Turismo, a Prefeitura Municipal de Foz do Iguaçu, a usina hidrelétrica Itaipu Binacional, o Parque Tecnológico Itaipu (PTI) e a Acobar.

 

O Foz Internacional Boat Show tem apoio também da Adetur (Agência de Desenvolvimento Cultural e Turístico da Região Cataratas do Iguaçu e Caminhos ao Lago de Itaipu).

 

FOZ INTERNACIONAL BOAT SHOW
Anote aí!
Quando: De 23 a 26 de novembro de 2023
Onde: Iate Clube Lago de Itaipu (R. Inacio Reuter Sottomaior, 1020, Jardim Porto Dourado, Foz do Iguaçu – PR)
Horário: 16h às 22h
Saiba mais no site oficial do evento
Ingressos: site oficial de vendas

 

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Tags

    Relacionadas

    Sino de navio americano naufragado durante a Primeira Guerra Mundial é encontrado na Inglaterra

    Embarcação naufragou após ser atingida por submarino alemão; objeto será exposto no Museu da Marinha americana

    Com método inovador, jovem inventor quer acabar com plásticos no mar

    Irlandês criou equipamento para monitorar poluição aos 12 anos e foi premiado pelo Google aos 18; conheça

    Procurando um terreno? Ilha intocada na Patagônia Chilena está à venda

    Local tem cerca de 445 km², mais de 80 lagos, a Cordilheira dos Andes de fundo e custa aproximadamente R$ 173,6 milhões

    1ª embarcação capaz de produzir seu próprio hidrogênio está prestes a finalizar volta ao mundo

    Barco percorreu mais de 63 mil milhas náuticas só com energias renováveis

    Expedição realizada no Chile pode ter descoberto mais de 100 novas espécies marinhas

    Biólogos do Censo Marinho têm o objetivo de descobrir 100 mil novos seres do mar nos próximos 10 anos