Reino Unido investe em submarino 100% guiado por inteligência artificial

Por: Redação -
28/05/2021

O Ministério da Defesa do Reino Unido investiu £ 2,5 milhões na construção de um submarino guiado 100% por Inteligência Artificial (IA). Agora, os mergulhadores podem ver tudo no oceano sem entrar na água. Obra da MSubs of Plymouth, empresa especializada em veículos subaquáticos autônomos, o aparelho simboliza um marco na navegação britânica e tem como objetivo modernizar o ramo marítimo.

Inscreva-se no canal de NÁUTICA no YouTube e ATIVE as notificações

De olho em superpotências militares, como Estados Unidos, China e Rússia, o departamento militar britânico vem reforçando seu arsenal. Caso o novo submarino faça tudo o que promete, os dados serão aplicados em um projeto ainda mais audacioso: um submarino nuclear. Acredita-se que o investimento no novo projeto gire em torno de £ 1,3 bilhão.

Leia também

» Conheça a misteriosa “cidade” submarina encontrada a 25 metros de profundidade no Japão

» Esqueleto gigante ressurge sob areia de praia no litoral sul de São Paulo

» O peixe-leão e a ameaça que representa: conheça o terror dos biólogos brasileiros

O temor de ataques terroristas faz com que as autoridades queiram aplicar a expertise autônoma adquirida na fabricação do submarino em outros dispositivos inteligentes de vigilância, como drones.

O Veículo Subaquático Extra Grande Não Tripulado (XLUUV), seu nome técnico, promete navegar quase cinco mil quilômetros nos oceanos por até três meses sem precisar reabastecer. Ele tem capacidade para submergir até um quilômetro de profundidade. Seus principais componentes incluem um supercomputador IBM AC922, um chip Nvidia, utilizado em jogos de videogame, e um “cérebro digital” que fica numa caixa de 15 centímetros.

Segundo os peritos da MSubs of Plymouth, o submarino está sendo programado para “tomar decisões” de acordo com suas tarefas de rotina, como monitoramento, implantação de sensores e radares marítimos. Deste modo, em breve o aparelho saberá ler as condições climáticas do mar para decidir se deve ou não navegar, por exemplo.

Não perca nada! Clique aqui para receber notícias do mundo náutico no seu WhatsApp.

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Linda e precária: ilha no Caribe Colombiano é a mais densamente povoada do mundo

    Com 10 mil m² de área, Santa Cruz del Islote tem apenas 825 habitantes e sofre com turismo predatório

    Ilhabela deve ganhar 1ª usina de dessalinização de água de São Paulo em 2026

    Projeto prevê aumento de 22% no volume de água tratada no município, atendendo mais de 8 mil pessoas

    Descanso sobre as águas: hospedagem em barcos atracados é opção de lazer no litoral brasileiro

    Ideia dispensa a necessidade de carteira náutica e traz valores acessíveis para uma experiência pra lá de diferente

    Falkirk Wheel: conheça o elevador gigante para barcos que virou ponto turístico

    Construção na Escócia foi feita para driblar desnivelamento maior que um prédio de dez andares

    Ações de despoluição na Baía de Guanabara fazem vida marinha voltar às águas

    Expedições comandadas pelo Instituto Mar Urbano observaram mais animais na região e melhor qualidade da água