50ª Semana de Vela de Ilhabela terá recorde de barcos na classe C30

Ao todo, já são mais de 130 veleiros inscritos no evento que tem início neste domingo (23) e segue até dia 29

21/07/2023
Kairós. Foto: Aline Bassi / Balaio de Ideias

A 50ª Semana Internacional de Vela de Ilhabela (SIVI), principal competição de vela oceânica do continente, reunirá oito barcos da Classe C30 a partir de domingo (23), número recorde para a categoria no evento. Ao todo, mais de 130 embarcações estão inscritas para navegar pelas águas da Capital da Vela de 22 a 29 de julho, inclusive vindas da Argentina e Austrália.

A Classe C30 estará entre as mais competitivas da SIVI, sendo ainda a mais numerosa entre as classes one design — que reúnem barcos idênticos a partir do mesmo molde do casco. Isso garante equilíbrio e competitividade nas regatas, como em uma disputa entre monotipos.

Tonka. Foto: Aline Bassi / Balaio de Ideias

Entre os oito barcos, estão inscritos cinco do litoral paulista: Bravo, Caiçara KAT Technologies, Kaikias EMS, Kairós e Tonka; dois de Florianópolis: Katana Portobello e Zeus Team, além do Loyalty, com sedes em Porto Alegre e Rio de Janeiro.

 

Nos dois últimos anos, a C30 reuniu cinco barcos em Ilhabela a cada edição, com domínio do Caballo Loco (atual Tonka), tricampeão brasileiro consecutivo e vencedor da Semana de Vela em 2022. O Kaikias faturou o título em 2021.

Kaikias EMS. Foto: Aline Bassi / Balaio de Ideias

A nova tripulação do Tonka estreou na C30 na 2ª Etapa da Copa Mitsubishi, em junho, no chamado Warm UP para a Semana de Vela, e fez prevalecer o DNA vencedor do barco. O Caiçara KAT Technologies venceu a 1ª Etapa da Copa Mitsubishi, em março, e lidera o Circuito Ilhabela de Oceano de 2023 após 14 regatas.

 

Por sua vez, o Katana venceu a 1ª Etapa do Brasileiro em fevereiro, em Florianópolis — seguido por Caballo Loco e Zeus Team. O campeonato nacional de C30 será concluído em 28 de julho, simultaneamente à Semana de Vela.


“Com oito barcos na raia, a nossa expectativa aumenta. Todas as tripulações estão muito bem treinadas e não será fácil para ninguém”, afirma o comandante do Caiçara KAT Technologies, Marcos Cesar. Em 2018, além do título brasileiro, o Caiçara conquistou o bicampeonato da Semana de Vela.

 

Estreantes, porém, experientes — assim como Tonka e Kaikias EMS — a tripulação do Bravo (ex-Corta Vento) também abriu a temporada de 2023 na Classe C30. “Estamos muito empolgados para a edição 50 da Semana de Vela. O nível técnico estará muito elevado e nossa perspectiva é de crescermos durante a competição”, projeta o comandante do Bravo, Jorge Berdasco.

 

O Loyalty está de volta à C30 após conquistar resultados expressivos em outras classes. “Teremos um recorde com a flotilha da C30 em peso na raia. Será ainda mais difícil brigar pela ponta em relação à estratégia. Nossa vantagem é que velejamos juntos há dois anos, o que nos ajudará no entrosamento”, enaltece o comandante Alexandre Leal.

100 anos do veleiro Atrevida

A 50ª Semana de Vela de Ilhabela vai comemorar os 100 anos do lendário barco Atrevida, construído nos Estados Unidos e atualmente com sede no Yacht Club Ilhabela (YCI). O Atrevida agregará seu nome à regata de abertura Alcatrazes – Marinha do Brasil, no domingo, às 12h10, após o Desfile de Barcos em frente ao Pier da Vila.

50ª Semana Internacional de Vela de Ilhabela

Para a edição de 2023 da Semana Internacional de Vela de Ilhabela, estão convidadas as classes HPE30, ORC, Clássicos, C30, BRA-RGS, Bico de Broa, Multicascos, HPE25 e VPRS. Os mais de 100 barcos esperados participarão de regatas em percursos variados ao longo da semana.

 

Além das competições, a Semana Internacional de Vela de Ilhabela também oferece uma série de atividades culturais e sociais dentro e fora do Yacht Club de Ilhabela, como shows, exposições e palestras.

 

A competição abre no domingo, 23 de julho, com a tradicional Regata 100 anos – Atrevida por Boreste – Marinha do Brasil. A travessia tem mais de 50 milhas náuticas e contorna a icônica ilha do litoral norte paulista.

 

A organização fará, ao longo da semana, regatas de acordo com as condições de mar e vento, podendo ser no Canal de São Sebastião ou nas raias mais ao norte e ao sul da ilha. As inscrições estão abertas no site oficial do evento.

Saco da Capela. Foto: Paulo Stefani/Sectur Ilhabela

Ilhabela: Capital da Vela é repleta de belezas naturais

Lindas praias, recortadas por vegetação abundante e um mar de verde intenso são alguns dos cenários de Ilhabela, um dos refúgios mais belos do litoral norte de São Paulo. A cidade abriga mais de 50 praias, metade delas ainda praticamente virgens, e cachoeiras abundantes.

 

A equipe de NÁUTICA preparou uma seleção especial de passeios por Ilhabela para quem for visitar a Capital da Vela durante a 50ª edição da competição. São, ao todo, mais de 20 dicas para curtir a ilha. Confira nosso roteiro completo por Ilhabela.

 

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Poluição sonora no mar pode ser catastrófica para as baleias

    Barulhos provenientes da navegação de barcos, extração de recursos e outras atividades marítimas afetam a circulação dos animais que se comunicação pelo som

    Confira a melhor forma de chegar ao Rio Boat Show 2024

    Evento náutico mais charmoso da América Latina contará com transfer todos os dias e estacionamento 24h; saiba mais

    NÁUTICA Talks: Izabel Pimentel e Marcelo Osanai contam acontecimentos inesperados na navegação

    Dois navegadores que já passaram por apuros em alto-mar relatam suas incríveis histórias no Rio Boat Show 2024

    Yamaha vai ao Rio Boat Show 2024 com cinco motores e dois jets

    Entre os equipamentos, estão cinco modelos de popa; evento acontece de 28 de abril a 5 de maio

    Memória Náutica: relembre como foi o Rio Boat Show 2019

    Evento chegou a sua última edição antes da pandemia consolidado como o mais importante salão náutico outdoor da América Latina