Iceberg do tamanho de Las Vegas se forma na Antártida após rachadura

Pedaço de gelo de 380 km² é o terceiro a se desprender da plataforma de gelo Brunt nos últimos anos

27/05/2024
Foto: Banco de imagens

Pesquisadores identificaram que um iceberg gigante se formou na Antártida, após desprender-se da plataforma de gelo Brunt. O bloco de gelo, que receberá o nome A-83, tem 380 km² de área — maior do que a cidade de Las Vegas, nos Estados Unidos, com 352 km².

A separação do iceberg gigante aconteceu em 20 de maio, apenas algumas semanas após cientistas perceberem a formação de uma rachadura em um pedaço da Halloween Crack, uma enorme fenda descoberta em 2016, localizada na ponta mais precária da plataforma de gelo Brunt. Veja abaixo a filmagem que sobrevoa a fenda:

 

 

Esta é a terceira vez que a plataforma perde um grande pedaço nos últimos quatro anos. O primeiro iceberg, o A-74, um pouco menor, se desprendeu em 2021; já o segundo, o A-81, se formou no ano passado, com impressionantes 1.550 km² — maior que o tamanho da cidade de São Paulo.

Delimitação do novo iceberg (A-83) e dos dois anteriores que se desprenderam recentemente. Foto: European Space Agency/ Reprodução

Para efeitos de comparação, o maior iceberg do mundo, o A23a, tem quase 4.000 km² de área e se soltou da costa da Antártida em 1986. A expectativa é de que, eventualmente, desapareça com a perda de pedaços de gelo.


Formação do iceberg não tem a ver com mudanças climáticas

Apesar do aquecimento global impactar significativamente a Antártida, o iceberg gigante que se formou decorreu de um processo natural. Isso, no entanto, não significa a ausência de impactos ambientais.

A separação tabular de icebergs faz parte do comportamento natural das plataformas de gelo, mas muitas vezes causa grandes mudanças na geometria das plataformas de gelo e pode impactar a circulação oceânica local-Oliver Marsh, em comunicado da British Antarctic Survey

Embora as reduções nas plataformas de gelo sejam parte de um fenômeno natural — que acontece quando os icebergs se soltam — cientistas estão preocupados com o fato de três grandes desprendimentos terem acontecido na Brunt nos últimos anos.

 

Ainda assim, os estudiosos garantem que a plataforma — uma das mais estudadas no mundo — pode fornecer importantes dados que ajudem a explicar esse processo e a prever a evolução desses corpos de gelo.

 

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Ilhabela deve ganhar 1ª usina de dessalinização de água de São Paulo em 2026

    Projeto prevê aumento de 22% no volume de água tratada no município, atendendo mais de 8 mil pessoas

    Descanso sobre as águas: hospedagem em barcos atracados é opção de lazer no litoral brasileiro

    Ideia dispensa a necessidade de carteira náutica e traz valores acessíveis para uma experiência pra lá de diferente

    Falkirk Wheel: conheça o elevador gigante para barcos que virou ponto turístico

    Construção na Escócia foi feita para driblar desnivelamento maior que um prédio de dez andares

    Ações de despoluição na Baía de Guanabara fazem vida marinha voltar às águas

    Expedições comandadas pelo Instituto Mar Urbano observaram mais animais na região e melhor qualidade da água

    Boat Show traz descontos exclusivos para hospedagem em Itajaí; conheça opções

    Parceria com dois hotéis garante conforto e condições especiais para visitantes do salão, que acontece de 4 a 7 de julho