Na Holanda, live permite acionar “campainha de peixes” para liberar passagem de animais por eclusa

Transmissão ao vivo mostra quando um peixe aguarda passagem; espectadores avisam operadores ao "tocar campainha"

16/04/2024
Foto: Fish Doorbell / Divulgação

A cidade de Utrecht, na Holanda, se viu diante de um dilema: durante a primavera, muitos peixes cruzam a região em busca de um local para desovar e se reproduzir. Nesse período, contudo, a eclusa de Weerdsluis, no lado oeste da cidade, raramente abre, atrapalhando a passagem dos animais. A solução escolhida foi bem inusitada: criar uma campainha de peixes.

Para que a chamada Fish Doorbell (“campainha de peixe”, em tradução livre) funcionasse, uma câmera subaquática foi instalada na eclusa, gerando uma transmissão ao vivo através do site da iniciativa.

 

A operação funciona assim: ao flagrar um animal preso na eclusa, os espectadores da live podem pressionar a campainha dos peixes, liberando a passagem para que o bichinho possa seguir rumo a um local ideal para se reproduzir.

Foto: Fish Doorbell / Divulgação

Assim que o espectador aciona a campainha de peixes, um operador é notificado de que um animal está aguardando passagem, e fica responsável por abrir ou não a eclusa — geralmente a passagem é liberada quando há peixes o suficiente.

 

Dessa forma, a sociedade trabalha em conjunto com a natureza, evitando, inclusive, que os animais sejam atacados por seus predadores.


A ideia deu tão certo que a participação na live é disputada. O site da Fish Doorbell — único local onde é possível acionar a campainha de peixes — permite até 950 espectadores simultâneos. Mas, para ninguém “dar com a cara na porta”, ainda é possível acompanhar a chegada dos animais em uma transmissão ao vivo no YouTube — mas sem a possibilidade de liberar a passagem dos peixes.

Foto: Fish Doorbell / Divulgação

Quando o projeto da campainha de peixes foi apresentado pela primeira vez, os moradores locais não acreditaram que a ideia daria certo. Atualmente, Mark van Heukelum, criador da iniciativa, afirmou ao The Times que, em um ano, mais de 6.300 animais já foram ajudados através da transmissão.

 

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Tanzanite: megaiate de 120 metros será um dos maiores já feitos na Holanda

    Novo carro-chefe do estaleiro Amels, embarcação de luxo será uma das maiores já feitas na Holanda

    Adegas rifam vinho de R$ 5 mil, envelhecido no fundo do mar, para ajudar RS

    Empresas já arrecadaram mais de R$ 100 mil com bilhetes vendidos a R$ 10 cada

    Temporada de baleias: confira regras e onde avistar o animal no Brasil

    De junho a novembro, cetáceos saem da Antártica em busca das águas brasileiras para se reproduzirem

    Cidade perdida no meio do Pacífico tem localização remota e mistério sobre sua construção

    Localizada sobre um recife de corais, a cidade perdida de Nan Madol tem fama de "amaldiçoada" e intriga cientistas

    Registro raro: lula de mar profundo ataca câmera com tentáculos “acesos”; assista

    Filmagem mostra animal sendo atraído por isca presa a uma câmera a mais de mil metros de profundidade no Pacífico Sul