Primeira marina-hotel de Santa Catarina, VillaReal é um case de sucesso no setor náutico do país

Segundo Sílvia Fernandes, gestora dos hotéis Villa Real, o objetivo é incrementar o turismo náutico em São Francisco do Sul

10/10/2023

Primeira estrutura náutica com serviços de hotel (e vice-versa) em Santa Catarina, a marina-hotel VillaReal — construída estrategicamente em São Francisco do Sul, de frente para a Baía da Babitonga — foi apresentada como um dos maiores cases de sucesso no setor náutico do país durante o 8º Congresso Internacional Náutica — realizado paralelamente ao São Paulo Boat Show 2023.

Os convidados ficaram impressionados com a palestra de Silvia Fernandes, gestora dos hotéis VillaReal, do tradicional grupo J. Malucelli, e presidente da Associação Empresarial de São Francisco do Sul. Não é para menos.

Foto: Hotel VillaReal/Divulgação

Idealizada pelo empresário Joel Malucelli e por seu filho, Cristiano Malucelli, a marina hotel VillaReal alia uma completa estrutura náutica (incluindo posto de abastecimento próprio) aos serviços e confortos de um hotel quatro estrelas, incluindo restaurantes, loja de conveniência e a estrutura de lazer: piscinas, quadras de tênis, academia, salões de jogos, etc.

 

Mesmo antes de começar a operar, já se destacava com uma referência na Baía da Babitonga, em matéria de equipamentos e excelência de serviços.

 

 

“Tudo foi pensado e executado para que possamos receber os navegadores com segurança e qualidade, contribuindo com o desenvolvimento do turismo náutico na região, uma das mais bonitas de nosso litoral”, diz Silvia Fernandes.

Foto: Otto Aquino/Revista Náutica

Localizada em um lugar abrigado e muito seguro para deixar o barco, a marina oferece 23 vagas molhadas para embarcações de até 100 pés, sendo 12 vagas de 30 a 100 pés em um flutuante anexo ao píer (feito com fibra de basalto) e 11 vagas em poitas para até 70 pés, em sistema de locação de diárias ou mensalistas.

 

O projeto atende a diversas demandas por parte dos usuários de náutica na região, que passam a contar com água potável, energia elétrica, wi-fi, equipe treinada de apoio e segurança monitorada 24 horas, além de modernos píeres flutuantes, com estrutura de alumínio, como nas melhores marinas do mundo, instalados pela Metalu Brasil.

 

“No total são 1.080 m² de píeres, sendo sete píeres de 12 metros de comprimento por 3 metros de largura, que se conectam com o continente por meio de duas passarelas de 18 metros de comprimento por 1,20 metro de largura interna cada” explica Silvia Fernandes.

Foto: Otto Aquino/Revista Náutica

Mesmo quem não quiser pernoitar nos quartos do VillaReal (todos com vista para as águas da Baía da Babitonga) pode atracar na marina e desfrutar da estrutura do hotel com o pagamento da chamada hospedagem day use, que se inicia de manhã e se encerra no fim da tarde.

 

A jornada inclui uma experiência gastronômica no restaurante Convés, anexo ao hotel, com pratos tanto caiçaras (inspirados na própria Praia do Paulas, o bairro pesqueiro onde a VillaReal está instalada) quanto internacionais, com destaque para os frutos do mar.


Protegida das ondas, com boa profundidade e uma água tão clara que é difícil de acreditar, a Baía da Babitonga é um daqueles lugares dos sonhos para quem gosta de navegar. Tem uma área total de 160 km², quase toda navegável.

Faltava, porém, uma estrutura náutica que, além de uma marina completa e segura para guardar o barco, oferecesse também hospedagem e atividades sociais para atrair clientes e desenvolver o turismo náutico na região. Não falta mais.

Confira os temas do 8º Congresso Internacional Náutica

Eduardo Bekin: Case Porto Barão de Tefé, Antonina/PR

Roberto de Lucena: Desenvolvendo o Turismo Náutico no Estado de SP

Aguilar Junior: Novo molhe de Caraguatatuba

Carlos Henrique Sobral: Turismo Náutico Brasileiro

Alessandro Miranda: Turismo Náutico Águas Interiores

Vinicius Lummertz: Turismo das Águas

Adriano Silva: Turismo Náutico em Joinville

Silvia Fernandes: Case da Marina VillaReal

Rubens José Belão: Turismo Náutico no Interior Paulista

Paulo Fax: Hidrovia Tietê Paraná 2023

Noeli Thomé: Píer Turístico de Itapema

Michele Castilho: Bandeira Azul nas Marinas e Praias

Pedro Bório: Visão Internacional: Eventos em Turismo Náutico

Jamille Consulin: Legislação Ambiental

 

 

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Vokan apresenta serviço de seguros náuticos no Marina Itajaí Boat Show 2024

    A corretora estará presente no evento, que acontece entre 4 e 7 de julho, em Santa Catarina

    Estofados náuticos da Agroquímica estarão no Marina Itajaí Boat Show 2024

    Estande terá opções da marca Kelson's para todos os gostos no salão que acontece de 4 a 7 de julho

    Yachtmax leva Ferretti 720 ao Marina Itajaí Boat Show 2024

    Representante da Ferretti e Okean no Brasil estará com dois barcos no evento náutico, de 4 a 7 de julho

    Gravidez misteriosa de arraia que convivia só com tubarões foi solucionada

    Charlotte apareceu grávida em fevereiro em aquário nos EUA, mas não dividia o recinto com arraia macho

    Yamaha terá jets e motores no Marina Itajaí Boat Show 2024; confira modelos

    Quatro WaveRunners e motores de popa vão compor o estande da marca no salão, que acontece de 4 a 7 de julho