VII Copa de Vela do Rio São João acontecerá neste fim de semana

Por: Redação -
21/07/2022
A VII Copa de Vela do Rio São João acontecerá de 22 a 24 de julho no distrito de Barra de São João.
Estão previstos mais de 40 veleiros e 60 atletas de todo o Estado do Rio de Janeiro para as classes Laser Standard, Laser Radial, Laser Dupla, Optimist, Dingue, Hobie Cat 14, Hobie Cat 16 e Bico de Proa.
“No ano passado, realizamos um evento de vela que foi um sucesso e, neste ano, estamos iniciando a programação de eventos deste esporte olímpico, que é referência para muita garotada”, disse Cosme Batista, secretário de Esporte e Lazer.
A sede do evento será na Beira Rio, em frente à Biblioteca Municipal Carlos Drummond de Andrade, e as áreas de regatas serão no Rio São João.
As regatas estão previstas para começar às 12h, terminando por volta de 16h com a entrega dos prêmios prevista para o domingo.
A competição é fruto de uma parceria entre a Prefeitura de Casimiro de Abreu (RJ), por meio da Secretaria de Esporte e Lazer e a Confederação Brasileira de Vela (CBVela).

“Queremos fazer de Barra de São João uma referência no turismo náutico e nas competições com foco na vela. Além disso, o evento vai alavancar o turismo em nossa cidade e aquecer a economia local”, completou Cosme.

Mais eventos acontecerão até o fim do ano

Outros eventos de vela já estão na programação para ocorrer até o fim do ano: de 2 a 4 de setembro, acontecerá a regata Escolinha de Vela do Rio São João e, nos dias 16 a 18 de dezembro, o II Festival de Vela de Barra de São João.

Escolinha de Vela do Rio São João

A Escolinha de Vela do Rio São João foi fundada em março de 2016 e é um projeto social sem fins lucrativos mantida por doações e pelo trabalho gratuito de seus integrantes.

Conta com instrutores atendendo todos os sábados, de 9h às 12h, cerca de 50 alunos, sendo boa parte vinda de famílias com baixa renda e que vivem em áreas de situação de risco.

O projeto tem como objetivo a inserção da cultura náutica através de aulas teóricas e práticas de vela, além de reparos e manutenção de suas embarcações.

Visa o desenvolvimento do esporte na região, o treino para regatas e, como consequência, busca estimular a disciplina, o trabalho em equipe, proteção do meio ambiente, a diminuição de ociosidade e a educação geral de seus alunos.

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Em fase final de testes, Aquabus de Ilhabela transportaram 1,5 mil pessoas no fim de semana

    Novo sistema de transporte aquaviário contará com três catamarãs e capacidade para 60 pessoas em cada viagem; data de inauguração ainda não foi divulgada

    Italiana Rossinavi lança catamarã híbrido-elétrico de 43 metros

    Modelo nasce como “projeto mais inovador” do estaleiro, com tecnologias sustentáveis e até uso de Inteligência Artificial

    Schaefer Yachts anuncia barco que não afunda, ideal para resgates em alto-mar

    Com o nome de Interceptor 48 Pilot, novidade é fruto de parceria com a empresa irlandesa Safehaven Marine

    Criatura de 18 metros está impactando a cadeia alimentar da vida marinha; entenda

    Gelatinoso e transparente, os "picles do mares" causam perturbações no ecossistema durante as ondas de calor oceânicas e preocupam cientistas

    Minas Gerais ganhará bar flutuante de vinhos na Represa do Funil

    Com o nome de Almas Gerais, iniciativa tem previsão de entrega em julho de 2024 e faz parte do milionário projeto Enovila