Barco de Scheidt retoma a liderança na briga pelo título em Ilhabela

Por: Redação -
29/07/2022
Caballo Loco em ação e celebrando vitória em regata (Foto: Acervo SIVI / Matias Capizzano)

Seguem emocionantes as disputas na 49ª Semana Internacional de Vela de Ilhabela, maior evento de Vela de Oceano com sede no Yacht Club de Ilhabela e que vai até o sábado (30).

O evento, realizado pelo Yacht Club de Ilhabela e pela Prefeitura Municipal de Ilhabela, com patrocínio da Mitsubishi Motors, tem 115 barcos brasileiros e argentinos e conta com cerca de mil velejadores.

Nesta quinta-feira, com ventos fracos no começo, mas que chegaram na casa dos 10 até 15 nós no meio da tarde, a classe C-30 entrou em destaque com a realização de três regatas.

O Caballo Loco, barco de Mauro Dottori com presença do bicampeão olímpico Robert Scheidt, venceu duas das três disputas do dia e ultrapassou o Loyalty 06 somando agora 13 pontos pontos perdidos.

“Foi um dia apertado. A classe C-30 é sempre disputada, vento de Leste, começou por volta de 10 nós e foi subindo ao longo do dia. Disputas seguem acirradas, os barcos andam muito parecidos. Nossa estratégia foi sermos um pouco mais agressivos nas largadas, conseguimos executar muito bem isso”, disse Scheidt.

O Kaikias está em segundo com 15 e o Loyalty ficando em terceiro com 17. O Caballo Loco e o Loyalty disputam não só o troféu da SIVI bem como o troféu do Brasileiro na temporada.

“Conseguimos executar bem hoje e, claro, é importante sair bem na regata, principalmente com barcos que andam muito perto. Estamos fazendo um bom trabalho, evoluindo como tripulação, foi muito importante hoje”, disse o velejador da equipe brasileira da SSL Gold Cup.

VEJA TAMBÉM
>> Últimos dias para aproveitar 15% de desconto nos ingressos do São Paulo Boat Show

Homem ao mar e retomada com força na volta

Na principal classe de Vela de Oceano, a ORC, o Crioula 52 segue na ponta com uma vitória e um segundo lugar no dia. O barco disputa o troféu com o Phoenix, de Eduardo Souza Ramos.

O destaque do dia, porém, foi o veleiro do Guarujá (SP), o Bravo, que fez jus ao nome após o acidente com o comandante Jorge Berdasco na quarta-feira.

Após um jibe, ele caiu no mar, mas sua equipe estava atenta, o resgatou e teve apenas escoriações em um dos dedos. A equipe voltou forte para surpreender os favoritos e vencer a primeira regata do dia.

Jorge ficou animado para a sequência do campeonato em seguir incomodando os barcos mais modernos do país: “Vamos lá, nosso barco é vermelho, é nossa Ferrari (risos). O nível do campeonato é realmente muito alto, todos os barcos muito bons, as tripulações não tem o que falar, mas estamos aí para incomodar. A previsão é de vento forte nesta sexta, não nos favorece, mas no sábado de vento fraco e podemos brigar com os grandões”, disse.

Jorge Berdasco no comando do barco Bravo (Foto: Aline Bassi / Balaio de Ideias)

Torben Grael e Marcelo Ferreira vencem mais uma na BRA-RGS

O Lady Lou de Torben Grael com seu fiel escudeiro do bicampeonato olímpico, Marcelo Ferreira, foi o vencedor da regata do dia na BRA-RGS com 35 barcos e a equipe segue na briga pelo título geral e também entre os 12 barcos Clássicos.

Lady Lou em ação (Foto: Acervo SIVI / Matias Capizzano)

O dia teve o Chancegger, barco de bandeira australiana, tripulado por argentinos, como Fita Azul, ou seja, que cruzou a linha de chegada na frente. A equipe porém ficou em quinto lugar no tempo corrigido.

Na HPE-25, o Espetáculo também fez jus ao nome e venceu as duas regatas do dia abrindo boa distância na ponta com quatro pontos perdidos. O Three Musketeers com o pentacampeão mundial Maurício Santa Cruz é o vice-líder com doze pontos perdidos e o Cabron é o terceiro.

Nos Multicascos, o Aventureiro, de Pernambuco, segue dominando e soma quatro vitórias, deixando o Guará 3 em segundo e o Maré XX em terceiro. No Bico de Proa, o BL3 Mangalô foi o vitorioso e manteve a liderança no geral.

A programação está disponível no site da Semana de Vela de Ilhabela.

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Teste Solara 380 Bowrider: lancha encanta com amplos espaços e boa navegabilidade

    Muito agradável para uso externo, a nova embarcação tem aberturas laterais na popa, solário triplo e cockpit espaçoso

    Novo jet elétrico do Batman traz ficção à vida real em embarcação de luxo limitada

    Batizado de Maverick GT Stormy Knight, 27 unidades do jet serão comercializadas pela própria Wayne Enterprises

    Na Espanha, praia de areia preta já abrigou espiões da Guerra Fria e hoje é point de turistas

    Playa de Puerto Naos contrasta escuridão da areia com azul do mar e simpáticos prédios coloridos, além de ostentar o selo Bandeira Azul

    Dupla brasileira disputará volta ao mundo de veleiro na Globe 40

    Desafio chega à segunda edição como o mais forte em duplas dentro da modalidade

    Na popa de superiate, Bugatti atrai olhares durante GP Mônaco de Fórmula 1

    Pelo 2º ano, influenciador içou carro de luxo para dentro de embarcação -- dessa vez, uma 170 pés