Eduardo Souza Ramos é homenageado na Semana Internacional de Vela

Atleta olímpico teve regata com seu nome na competição que começou dia 23 e segue até dia 29

26/07/2023
Eduardo Souza Ramos, ex-velejador olímpico. Foto: Flávio Perez | On Board Sports / Divulgação

Aconteceu nesta terça (25) o segundo dia de regatas da 50ª edição da Semana Internacional de Vela de Ilhabela, com a realização da regata que leva o nome do atleta olímpico e um dos maiores incentivadores da modalidade no Brasil, Eduardo Souza Ramos.

O velejador se aposentou da modalidade ainda nesta temporada, aos 79 anos. Maior campeão da Semana de Vela com 11 conquistas, Eduardo esteve presente no evento e acompanhou de perto a disputa da regata que o homenageou.

Flotilha. Foto: Matias Capizzano / Divulgação

Agradeço a homenagem ser feita em vida, uma regata em meu nome. Minha última Semana de Vela foi no ano passado, com uma disputa acirrada com o Crioula – Eduardo Souza Ramos,  ex-velejador olímpico.

Responsável direto pelo desenvolvimento técnico e evolução da modalidade oceano na América do Sul, Eduardo foi porta-bandeira do Brasil nos Jogos Olímpicos de Los Angeles 1984, e acumula bons resultados em várias classes olímpicas e de oceano, como Star, Snipe, Hpe 25 e S40.

Phoenix. Foto: Matias Capizzano / Divulgação

Seu último projeto foi o Botin 44, batizado de Phoenix, considerado um dos mais modernos veleiros de performance da vela oceânica, atualmente comandado por Fábio Cotrim e Mauro Dottori, além de atletas olímpicos como Jorge Zarif e André Fonseca Bochecha na equipe.

Nessas 50 edições, uma das que mais me marcou foi a primeira, quando corri de Snipe e, claro, a última, em 2022. Para as próximas regatas espero que o número de barcos aumente e que com eles venham novos veleiros de ponta – Eduardo Souza Ramos, ex-velejador olímpico.

O também atleta olímpico Jorge Zarif, que participa da Semana de Vela a bordo do Phoenix, reconhece a importância de Eduardo para o esporte. Para ele, “Eduardo Souza Ramos ajudou de todas as formas possíveis, sendo velejador de oceano, olímpico e dirigente. É o maior incentivador da vela brasileira.”

Foto: Matias Capizzano / Divulgação

A Semana Internacional de Vela de Ilhabela tem o Crioula em primeiro lugar na classe ORC com 100% de aproveitamento em três provas. A tabela segue com Sandokan, da Argentina, Phoenix e Phytoervas, na sequência. As provas de terça-feira (25) foram de barla-sota, ou seja, entre boias.


Ilhabela: Capital da Vela é repleta de belezas naturais

Lindas praias, recortadas por vegetação abundante e um mar de verde intenso são alguns dos cenários de Ilhabela, um dos refúgios mais belos do litoral norte de São Paulo. A cidade abriga mais de 50 praias, metade delas ainda praticamente virgens, e cachoeiras abundantes.

 

A equipe de NÁUTICA preparou uma seleção especial de passeios por Ilhabela para quem for visitar a Capital da Vela durante a 50ª edição da competição. São, ao todo, mais de 20 dicas para curtir a ilha. Confira nosso roteiro completo por Ilhabela.

50ª Semana Internacional de Vela de Ilhabela

Para a edição de 2023 da Semana Internacional de Vela de Ilhabela, estão convidadas as classes HPE30, ORC, Clássicos, C30, BRA-RGS, Bico de Broa, Multicascos, HPE25 e VPRS. Os mais de 100 barcos esperados participarão de regatas em percursos variados ao longo da semana.

 

Além das competições, a Semana Internacional de Vela de Ilhabela também oferece uma série de atividades culturais e sociais dentro e fora do Yacht Club de Ilhabela, como shows, exposições e palestras.

 

A organização fará, ao longo da semana, regatas de acordo com as condições de mar e vento, podendo ser no Canal de São Sebastião ou nas raias mais ao norte e ao sul da ilha.

 

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Marolas podem trazer riscos; confira dicas para evitar ou atenuar

    As "ondinhas" formadas pelos barcos parecem inofensivas, mas são perigosas

    Como navegar à noite: dicas para sair em segurança com seu barco

    Navegação noturna envolve mais riscos e exige o dobro de atenção no posto de comando; confira

    Manual da ancoragem: saiba tudo sobre âncoras e como atracar com segurança

    Equipamento pode ter diferentes formas e adequações; saiba qual faz mais sentido para o seu barco

    Esculturas bordadas: artista francesa reproduz formas, texturas e cores dos corais

    As obras poéticas de Aude Bourgine pretendem despertar admiração pela natureza e o desejo de protegê-la

    Conheça Shicheng, cidade chinesa de 600 anos submersa propositalmente

    Local foi inundado há 64 anos para a construção da barragem hidrelétrica e hoje recebe mergulhadores