Navio ‘amaldiçoado’ que naufragou 115 anos atrás é encontrado nos EUA

Adella Shores saiu ao mar com uma carga de sal e 14 tripulantes em 1909, mas nunca mais foi visto

13/05/2024
Foto: Sociedade Histórica do Naufrágio dos Grandes Lagos/ Divulgação

Um navio com fama de ‘amaldiçoado’ foi encontrado no fundo do Lago Superior, nos Estados Unidos, após permanecer desaparecido ao longo de 115 anos. Embarcação a vapor, o Adella Shores levava uma carga de sal e 14 tripulantes a bordo quando naufragou em 1º de maio de 1909, em Whitefish Point, Michigan.

A descoberta foi divulgada neste ano, no mesmo dia e mês da tragédia, pela Sociedade Histórica de Naufrágios dos Grandes Lagos (GLSHS), que aponta que o navio ‘amaldiçoado’ estava a cerca de 200 metros de profundidade e a 64 km de distância de onde afundou.

Foto: Sociedade Histórica do Naufrágio dos Grandes Lagos/ Divulgação

Apesar de revelado só agora, o mistério do paradeiro da embarcação foi desvendado em 2021, pelos irmãos Dan e Darryl Ertel — que é diretor de Operações Marítimas da GLSHS. Eles encontraram os destroços por meio do sonar, instrumento que detecta e localiza objetos submersos.

Por dentro do navio ‘amaldiçoado’

Construído em 1894, o Adella Shores recebeu esse nome em homenagem à filha do proprietário da Shores Lumber Company, responsável pela embarcação de 195 pés.

Foto: Sociedade Histórica do Naufrágio dos Grandes Lagos/ Divulgação

No momento do tradicional batismo do navio, em que a madrinha ou padrinho quebra uma garrafa de champanhe no casco para “afugentar” os perigos do mar, a família optou por trocar a bebida por água, já que era rigorosa quanto ao consumo de álcool. Daí a fama de ser amaldiçoado.


Quando em operação, a embarcação chegou a afundar duas vezes em águas rasas, mas após ambos os incidentes foi colocada de volta à ativa. Na época do naufrágio, o Adella Shores seguia o Daniel J. Morrell — maior navio a vapor de aço daquele tempo — por um espesso fluxo de gelo.

 

O problema é que, ao contornarem o Whitefish Point, os barcos foram atingidos por um forte vendaval, o que fez com que o Adella Shores ficasse para trás e fora da vista do Morrell. Alguns destroços chegaram a ser encontrados, mas nenhum dos 14 corpos dos tripulantes apareceu.

Foto: Sociedade Histórica do Naufrágio dos Grandes Lagos/ Divulgação

 

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Megaiate de 120 metros será um dos maiores já feitos na Holanda

    Novo carro-chefe do estaleiro Amels, embarcação de luxo será uma das maiores já feitas na Holanda

    Adegas rifam vinho de R$ 5 mil, envelhecido no fundo do mar, para ajudar RS

    Empresas já arrecadaram mais de R$ 100 mil com bilhetes vendidos a R$ 10 cada

    Temporada de baleias: confira regras e onde avistar o animal no Brasil

    De junho a novembro, cetáceos saem da Antártica em busca das águas brasileiras para se reproduzirem

    Cidade perdida no meio do Pacífico tem localização remota e mistério sobre sua construção

    Localizada sobre um recife de corais, a cidade perdida de Nan Madol tem fama de "amaldiçoada" e intriga cientistas

    Registro raro: lula de mar profundo ataca câmera com tentáculos “acesos”; assista

    Filmagem mostra animal sendo atraído por isca presa a uma câmera a mais de mil metros de profundidade no Pacífico Sul