Protótipo de drone capaz de chegar a 300 metros de profundidade atrai curiosos no Boat Show de Itajaí

Modelo subaquático apresentado pela NCA Tech deve ser lançado até o final do ano

07/07/2024
Protótipo do Chasing X. Foto: Rivo Biehl/ Revista Náutica

O Marina Itajaí Boat Show 2024 surpreendeu seus visitantes levando o tradicional shopping do salão às águas da marina, através de estandes flutuantes. Por lá, contudo, não é só isso que tem chamado a atenção do público.

O estande da NCA Tech, que levou drones subaquáticos da marca Chasing ao salão, tem atraído os olhares dos visitantes. É difícil passar por lá e não parar para dar uma olhadinha nos modelos, que vão desde o uso recreativo, até o profissional.

Foto: Rivo Biehl/ Revista Náutica

“Estamos com equipamentos voltados para a parte de filmagem, onde é possível também agregar acessórios de coleta de sedimentos, garra, sonares e sondas”, explica Nataly Martins, responsável pelo marketing da marca.

Nataly Martins, responsável pelo marketing da NCA Tech. Foto: Rivo Biehl/ Revista Náutica

O equipamento auxilia quem trabalha com o mergulho e também para inspeção de casco de navio, de embarcações de maneira geral, pontes, barragens. É um equipamento bem versátil– destaca Nataly

Drones subaquáticos como os expostos pela NCA no salão também são capazes de auxiliar profissionais que atuam em pesquisas nos mares. “Através das câmeras e sonares é possível mapear as espécies da região. Há alguns equipamentos em que é possível colocar alimento para atrair o peixe, ajudando a identificar as espécies que estão ali”, ressalta Nataly.

Foto: Rivo Biehl/ Revista Náutica

Quem passa pelo estande da NCA encontra modelos a partir de R$ 7 mil, começando pelos recreativos Dory, Gladius Mini S e F1 Pro, além dos profissionais M2S, M2 Pro e M2 Pro Max — cada um com um alcance maior de profundidade, que chega aos 200 metros.

Protótipo do Chasing X. Foto: Rivo Biehl/ Revista Náutica

Toda essa profundidade, contudo, promete ficar ainda maior até o final do ano, com a chegada do Chasing X, apresentado através de um protótipo ao público do evento náutico. De acordo com Nataly, o modelo poderá chegar a 300 metros debaixo d’água.

Marina Itajaí Boat Show 2024

Reunindo lazer e negócios à beira-mar, o Marina Itajaí Boat Show 2024 traz as principais novidades do mercado náutico em um circuito 360° sobre as águas. Com passarelas flutuantes e uma ponte móvel, o salão está com novo layout e 30% maior do que a edição anterior.

 

A projeção deste ano é que cerca de 20 mil pessoas passem pela Marina Itajaí durante os quatro dias de Boat Show. A edição deste ano ainda terá um propósito solidário, direcionando esforços para apoiar a população do Rio Grande do Sul afetada pelas enchentes: 5% da arrecadação com a venda de ingressos será destinada a apoiar essa importante causa, reforçando o compromisso do evento com a solidariedade e a responsabilidade social.

 

Anote aí!

Quando: De 4 a 7 de julho de 2024
Onde: Marina Itajaí (Av. Carlos Ely Castro, 100, Centro, Itajaí-SC)
Horário: Quinta e sexta-feira das 13h às 21h; sábado e domingo das 11h às 21h
Mais informações: site do evento
Ingressos: site oficial de vendas

 

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Tags

    Relacionadas

    Brasília Boat Show transformará a capital do país no epicentro do mercado náutico

    Primeira edição do salão no Centro-Oeste acontece de 14 a 18 de agosto, nas águas do Lago Paranoá; garanta seu ingresso!

    NX Boats desembarca nos EUA com sua maior lancha, a NX 50 Invictus

    Modelo de 50 pés com hardtop estreou recentemente em águas norte-americanas; estaleiro descreveu momento como “histórico”

    Professor larga tudo para dar volta ao mundo em veleiro de 8 metros

    Pelas redes sociais, Luke Hartley compartilha suas aventuras a bordo de uma 27 pés de 1976

    Mestra Boats exibirá grandes sucessos de 29 a 35 pés no Brasília Boat Show

    Estaleiro disponibilizará aos visitantes do evento náutico a Mestra 352 HT, seu maior modelo, e outros dois barcos bem resolvidos; confira

    No século 17, maior navio do mundo foi construído no Brasil e batizou o Aeroporto do Galeão

    Embarcação de guerra foi construída a pedido da coroa portuguesa, que buscava recuperar terras perdidas para a Espanha