Terremoto em Taiwan destruiu parte da “cabeça” da Ilha da Tartaruga

Ponto turístico ficou desfigurado após tremores de magnitude acima de 7 atingirem a região, em 3 de março

09/04/2024

No último dia 3, Taiwan foi atingida por seu maior terremoto em 25 anos. Além de deixar ao menos 13 mortos, mais de mil feridos e destruir moradias, o desatre natural também deixou resquícios em um dos principais pontos turísticos do país: a Ilha de Guishan, mais conhecida como Ilha da Tartaruga, onde turistas realizam mergulhos e passeios de barco.

O local, no nordeste taiwanês, recebe esse nome pela semelhança das montanhas com o formato do animal. Em consequência dos tremores, parte da “cabeça” da tartaruga ficou desfigurada. Por sorte, o local, que recebe muitos turistas, estava fechado no momento, não deixando feridos. Confira, a seguir, o registro do momento em que uma nuvem de fumaça cobre o local após parte da estrutura desabar.

 


O terremoto que desfigurou a Ilha da Tartaruga começou pouco antes das 8h locais do dia 3 de março (21h de terça no Brasil), e teve magnitude acima dos 7. De acordo com o Centro Geológico dos Estados Unidos, o tremor alcançou 7,4; a Agência Meteorológica de Taiwan calculou 7,2, e a Agência Meteorológica do Japão, por sua vez, divulgou o número de 7,5.


Apesar de deixar um grande número de feridos, a situação do país poderia ter sido muito pior. Em 1999, um terremoto de magnitude 7.6 atingiu Taiwan, deixando mais de 2 mil mortos.

Foto: Flickr Chen Liang Dao / Reprodução

A partir daí, o país criou novos protocolos para construções mais seguras, à prova de abalos, uma vez que Taiwan fica no Círculo de Fogo do Pacífico, maior zona sísmica do mundo.

 

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Saiba como seu barco pode ajudar moradores do Rio Grande do Sul

    Grupo Náutica uniu forças com a CUFA para apoiar o estado atingido por enchentes; instituição busca pequenos barcos para o transporte de doações

    Sem deixar feridos, incêndio na Croácia atinge mais de 20 barcos

    Incidente ocorreu em marina na cidade de Medulin, no noroeste do país, no último dia 15

    Nova lancha da Azimut promete reduzir em até 40% as emissões de CO₂

    Batizada de Seadeck 6, embarcação foi apresentada em piscina no maior evento de design do mundo, na Itália

    EUA enviam ao Rio de Janeiro porta-aviões gigante de 333 metros; entenda

    USS George Washington atracou no Brasil como parte da operação Southern Seas, que visa incentivar a cooperação entre os países

    Em fase final de testes, Aquabus de Ilhabela transportaram 1,5 mil pessoas no fim de semana

    Novo sistema de transporte aquaviário contará com três catamarãs e capacidade para 60 pessoas em cada viagem; data de inauguração ainda não foi divulgada