Vídeo de anta correndo sob as águas viraliza nas redes; confira

Professor de biologia (e influencer) explica comportamento e conta curiosidades do animal

16/06/2023
Foto: Recanto Ecológico Rio da Prata / Reprodução

Já imaginou mergulhar e dar de cara com uma anta? Nada de xingar o parente que entrou na água com você: estamos realmente falando do Tapirus terrestris — nome científico do simpático animal. Pois um vídeo de uma anta mergulhando e correndo pelo fundo de um rio tem feito sucesso nas redes sociais justamente pelo improvável da cena.

Para explicar o que o maior mamífero terrestre brasileiro fazia ali, ao lado dos peixes, o biólogo e influencer Yago Stephano gravou um vídeo. O relato já soma mais de 380 mil visualizações no TikTok — onde o também professor de biologia compartilha curiosidades da natureza para seus quase 4 milhões de seguidores.

@yagostephano antas não são antas, ok? 🙃 #anta #animaisnotiktok #aprendanotiktok #biologia ♬ som original – Yago Stephano

De forma bem-humorada, Yago não só aborda o caso da anta mergulhando, como também revela curiosidades sobre o animal. Ele conta, por exemplo, que as antas tem parentesco com cavalos. Segundo o biólogo, uma anta pode pesar até 300 kg e consome 9 kg de comida diariamente, entre folhas, brotos, cascas de árvore, plantas aquáticas e muitas frutas.

 

Além disso, o bichinho é também conhecido como “jardineiro da floresta”, uma vez que as antas, ao engolir sementes, as preparam para a germinação.

 

A notícia triste é que a espécie já é considerada vulnerável à extinção e está na lista vermelha da lista vermelha da União Internacional para a Conservação da Natureza.

Foto: Recanto Ecológico Rio da Prata / Reprodução

Outros flagrantes de antas mergulhando

Em 2020, o fotógrafo Fernando Maydana flagrou mãe e filhote de antas mergulhando nas águas cristalinas do Recanto do Rio da Prata, em Bonito, no Mato Grosso do Sul.


No vídeo de Fernando, é possível ver as duas antas nadando acompanhadas de dezenas de peixes. Em determinado momento, os animais tocam as patas no fundo do solo do rio e começam a “correr”, levantando uma nuvem de terra.

 

 

Ná época, o fotógrafo contou ao G1 que já fazia um bom tempo que flagrava a família de antas. “Elas passam aqui, mas sempre com a metade do corpo para fora da água. Dessa vez, como estava sozinho, decidi utilizar minha GoPro e consegui esse lindo registro”.

 

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Vila flutuante nas Maldivas promete ser o mais novo "point" dos milionários

    Projeto da rede de hotéis de luxo Soneva traz uma série de comodidades luxuosas com diárias a partir de R$ 25,6 mil

    São Paulo inaugura estruturas náuticas de uso público para alavancar turismo

    Municípios de Pereira Barreto, Três Fronteiras e Rubinéia deram início à primeira fase do Programa de Turismo Náutico

    Nada de bingo! Aos 81 anos, velejadora aposentada bate recordes navegando sozinha

    Mesmo aposentada, Jeanne Socrates já realizou voltas ao mundo num veleiro, e totalmente solitária

    Solara Boat House fará sua estreia nas águas durante o Rio Boat Show 2024

    Estaleiro terá ainda 3 lançamentos e outros 6 barcos no evento que acontece de 28 de abril a 5 de maio, na Marina da Glória

    Festa no mar: Tailândia tem mega balada flutuante em catamarã

    Com dois andares e capacidade para 500 pessoas, beach club leva agito a cenário paradisíaco