Exclusivo: Ventura anuncia primeiro jet 100% elétrico do Brasil

Inédita moto aquática, projetada no Canadá, será lançada oficialmente dia 29 de janeiro; conheça em primeira-mão

23/01/2024
Foto: Taiga / Divulgação

Imagine curtir a adrenalina e velocidade de uma moto aquática ouvindo apenas o som da água. É o que promete o novo Ventura Orca Performance by Taiga, primeiro jet elétrico da Ventura — e do Brasil. O modelo, que dispensa o uso de combustível, garante zero emissões de poluentes, além de nenhum ruído ou cheiro.

A marca apresentará a novidade que une emoção e sustentabilidade em dois eventos de lançamento: no dia 29 de janeiro, apenas para os dealers Ventura; enquanto no dia 31 de janeiro a sessão será para imprensa e influenciadores.

 

O novo jet elétrico da Ventura é fabricado pela canadense Taiga Motors, que assinou um contrato de distribuição exclusiva com o estaleiro mineiro, com duração de três anos. Dessa forma, a Ventura levará a novidade para o Brasil e outros países da América do Sul.

De acordo com a Taiga, a marca mineira foi escolhida “por seu amplo conhecimento e experiência na distribuição e manutenção de produtos náuticos premium de primeira linha.” A embarcação, por sua vez, foi lançada em 2022 como o primeiro jet 100% elétrico do mundo produzido em larga escala.

Estamos entusiasmados em ser o novo e exclusivo distribuidor da Taiga no Brasil, Argentina, Chile e Paraguai, e oferecer aos nossos clientes uma maneira de explorar as magníficas águas da nossa região de uma maneira sustentável– Andre Motta, da Ventura

A Ventura já tem veículos elétricos em seu extenso portfólio de produtos, mas essa é a primeira vez que a marca de Minas Gerais vai comercializar um jet — e não é qualquer um, já que o Orca Performance by Taiga foi eleito uma das melhores invenções de 2022 pela revista TIME.

Conheça o novo jet elétrico da Ventura

O Ventura Orca Performance by Taiga é alimentado por uma unidade de tração integrada com motor inversor de sexta geração da Taiga, oferecendo eficiência de até 120 kw de potência de pico (até 160 cv) e 170 nm de torque, resultando em uma velocidade máxima de 100 km/h, afirma a marca. A bateria, segundo a Ventura, tem autonomia para até duas horas de uso.

Foto: Taiga / Divulgação

Para carregar o jet elétrico da Ventura, basta estacionar e conectar a embarcação a qualquer tomada padrão. O tempo de carregamento nessa modalidade leva cerca de 3 horas e meia, enquanto com um DC Fast Charging (opcional), o jet garante até 80% de bateria em menos de 40 minutos, segundo a marca.

Foto: Taiga / Divulgação

Seu casco foi otimizado hidrodinamicamente, resultando em uma estrutura equilibrada e eficiente em condições variadas. Tudo isso é aliado a um baixo centro de gravidade da bateria, o que proporciona estabilidade mesmo em manobras de alta velocidade. Estima-se que o preço do novo jet fique na faixa dos R$ 130 mil a R$ 150 mil.

Foto: Taiga / Divulgação

A Ventura vem se expandindo rapidamente e a adição do primeiro jet 100% elétrico do mundo ao nosso portfólio solidifica ainda mais nossa posição como líder na América do Sul, garantindo que continuemos a entregar produtos inovadores aos nossos revendedores e clientes– Carlos Motta, da Ventura


Parceria internacional

Nascida em 1983, a Ventura já entregou mais de 20 mil barcos — marco alcançado, inclusive, durante o São Paulo Boat Show de 2022. Além das lanchas, a marca produz ATVs e UTVs — off road voltados ao lazer e ao agronegócio –, bem como uma linha de acessórios. Por isso, a empresa redefiniu sua marca em 2021, passando a chamar Ventura Experience, que engloba os setores Marine, Adventure e Store.

 

A Taiga, por sua vez, é uma fabricante pioneira de veículos elétricos off-road, incluindo motos de neve para montanhas, trilhas e utilitários, além das motos aquáticas. A marca é ainda vencedora do prêmio Fast Company 2022 World Changing Ideas e do prêmio Best of What’s New 2022 da Science.

 

De acordo com Rodrigo Arrambide, diretor de estratégia comercial e operações da Taiga, a marca canadense viu na parceria com a Ventura a oportunidade de “compensar a sazonalidade norte-americana”, e garantir, assim, o novo jet elétrico como um negócio durante todo o ano.

 

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Concurso levará estudantes para visitar moderno navio de pesquisa da Marinha do Brasil

    Alunos de ensino superior, médio e fundamental podem participar de disputa de redação organizada pelo Centro de Excelência para o Mar Brasileiro

    Volvo Penta levará simulador de atracação virtual ao Boat Show de Itajaí

    Além da experiência imersiva, marca apresentará aos visitantes do evento náutico o sistema IPS para navegação otimizada

    Ícone da vela brasileira, Robert Scheidt lança biografia em livro

    Com noite de autógrafos do velejador, evento de lançamento será nesta quinta-feira (20), em São Paulo

    Mudanças climáticas estão afetando o tamanho das baleias-cinzentas; entenda

    Em estudo, pesquisadores afirmam redução de 13% no comprimento do animal nos últimos 25 anos

    Itajaí é polo náutico forte; conheça alguns estaleiros da região

    Das pequenas lanchas aos grandes iates, estaleiros de renome fabricam seus barcos em território itajaiense