Exclusivo: Ventura anuncia primeiro jet 100% elétrico do Brasil

Inédita moto aquática, projetada no Canadá, será lançada oficialmente dia 29 de janeiro; conheça em primeira-mão

23/01/2024
Foto: Taiga / Divulgação

Imagine curtir a adrenalina e velocidade de uma moto aquática ouvindo apenas o som da água. É o que promete o novo Ventura Orca Performance by Taiga, primeiro jet elétrico da Ventura — e do Brasil. O modelo, que dispensa o uso de combustível, garante zero emissões de poluentes, além de nenhum ruído ou cheiro.

A marca apresentará a novidade que une emoção e sustentabilidade em dois eventos de lançamento: no dia 29 de janeiro, apenas para os dealers Ventura; enquanto no dia 31 de janeiro a sessão será para imprensa e influenciadores.

 

O novo jet elétrico da Ventura é fabricado pela canadense Taiga Motors, que assinou um contrato de distribuição exclusiva com o estaleiro mineiro, com duração de três anos. Dessa forma, a Ventura levará a novidade para o Brasil e outros países da América do Sul.

De acordo com a Taiga, a marca mineira foi escolhida “por seu amplo conhecimento e experiência na distribuição e manutenção de produtos náuticos premium de primeira linha.” A embarcação, por sua vez, foi lançada em 2022 como o primeiro jet 100% elétrico do mundo produzido em larga escala.

Estamos entusiasmados em ser o novo e exclusivo distribuidor da Taiga no Brasil, Argentina, Chile e Paraguai, e oferecer aos nossos clientes uma maneira de explorar as magníficas águas da nossa região de uma maneira sustentável– Andre Motta, da Ventura

A Ventura já tem veículos elétricos em seu extenso portfólio de produtos, mas essa é a primeira vez que a marca de Minas Gerais vai comercializar um jet — e não é qualquer um, já que o Orca Performance by Taiga foi eleito uma das melhores invenções de 2022 pela revista TIME.

Conheça o novo jet elétrico da Ventura

O Ventura Orca Performance by Taiga é alimentado por uma unidade de tração integrada com motor inversor de sexta geração da Taiga, oferecendo eficiência de até 120 kw de potência de pico (até 160 cv) e 170 nm de torque, resultando em uma velocidade máxima de 100 km/h, afirma a marca. A bateria, segundo a Ventura, tem autonomia para até duas horas de uso.

Foto: Taiga / Divulgação

Para carregar o jet elétrico da Ventura, basta estacionar e conectar a embarcação a qualquer tomada padrão. O tempo de carregamento nessa modalidade leva cerca de 3 horas e meia, enquanto com um DC Fast Charging (opcional), o jet garante até 80% de bateria em menos de 40 minutos, segundo a marca.

Foto: Taiga / Divulgação

Seu casco foi otimizado hidrodinamicamente, resultando em uma estrutura equilibrada e eficiente em condições variadas. Tudo isso é aliado a um baixo centro de gravidade da bateria, o que proporciona estabilidade mesmo em manobras de alta velocidade. Estima-se que o preço do novo jet fique na faixa dos R$ 130 mil a R$ 150 mil.

Foto: Taiga / Divulgação

A Ventura vem se expandindo rapidamente e a adição do primeiro jet 100% elétrico do mundo ao nosso portfólio solidifica ainda mais nossa posição como líder na América do Sul, garantindo que continuemos a entregar produtos inovadores aos nossos revendedores e clientes– Carlos Motta, da Ventura


Parceria internacional

Nascida em 1983, a Ventura já entregou mais de 20 mil barcos — marco alcançado, inclusive, durante o São Paulo Boat Show de 2022. Além das lanchas, a marca produz ATVs e UTVs — off road voltados ao lazer e ao agronegócio –, bem como uma linha de acessórios. Por isso, a empresa redefiniu sua marca em 2021, passando a chamar Ventura Experience, que engloba os setores Marine, Adventure e Store.

 

A Taiga, por sua vez, é uma fabricante pioneira de veículos elétricos off-road, incluindo motos de neve para montanhas, trilhas e utilitários, além das motos aquáticas. A marca é ainda vencedora do prêmio Fast Company 2022 World Changing Ideas e do prêmio Best of What’s New 2022 da Science.

 

De acordo com Rodrigo Arrambide, diretor de estratégia comercial e operações da Taiga, a marca canadense viu na parceria com a Ventura a oportunidade de “compensar a sazonalidade norte-americana”, e garantir, assim, o novo jet elétrico como um negócio durante todo o ano.

 

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Público do Rio Boat Show 2024 tem desconto exclusivo em hotel oficial

    Bem localizado, Novotel Leme oferece condições especiais para visitantes do maior salão náutico da América Latina

    Visita de mergulhador a restos de baleia vence concurso de fotos subaquáticas do mundo; veja imagens

    Competição de fotos de dentro do mar acontece anualmente e conta com diversas categorias

    Filmagem de primeiras ondas de tsunami na Tailândia viraliza 20 anos após desastre

    De férias no local, homem filmou, sem saber, o início do fenômeno de 2004; assista ao vídeo

    Memória Náutica: relembre como foi o Rio Boat Show do ano 2000

    Terceira edição do evento teve de lancha sendo construída ao vivo a tanque de mergulho de 5 m de profundidade

    Com propulsão eólica, Airbus terá frotas marítimas contra emissões de dióxido de carbono

    Gigante da indústria aeroespacial terá velas rotativas e motores biocombustíveis; entenda