Maior iate de madeira do mundo está à venda por US$ 9 milhões

Mesclando tradição e modernidade, embarcação dos Emirados Árabes Unidos, batizada de Afra, foi construída em 2020

08/03/2024
Foto: Bush & Noble / Divulgação

Apesar de os barcos de madeira terem praticamente caído em desuso, os amantes da náutica ainda carregam certo saudosismo por essas embarcações, afinal, os modelos registraram um ponto alto e tradicional do setor. Com base nisso, o maior iate de madeira do mundo, construído em 2020, está à venda pelo equivalente a quase R$ 44 milhões, e não poderia ter saído de outro lugar: os Emirados Árabes Unidos.

O Afra, como é chamado, obra do estaleiro Henderson Marine, dos Emirados Árabes Unidos, contrasta com os tradicionais iates brancos feitos em fibra de vidro, mesclando tradição com inovação. Tendo em vista o local de sua construção, já fica fácil imaginar que, apesar de ser inspirado em barcos do século passado, o Afra é repleto de confortos do século 21.

Foto: Bush & Noble / Divulgação

Inclusive, esse é um dos principais fatores para a embarcação de 50 metros custar cerca de US$ 9 milhões, aproximadamente R$ 44 milhões (valor convertido em março de 2024). O iate foi feito mergulhando folhas de teca em água fervente, que depois foram revestidas em torno de uma superestrutura de plástico reforçado com fibra de vidro (PRFV).

Foto: Bush & Noble / Divulgação

A madeira âmbar quente, que substitui o típico acabamento em pintura branca, dá ao barco o ar que os mais conservadores do setor tanto buscam. Inclusive, o casco do superiate foi mantido no estilo tradicional, e o proprietário recorreu às técnicas clássicas de construção naval utilizadas para construir dhows (veleiros da região) que transportavam mercadorias através do Mar Vermelho e do Oceano Índico.

Foto: Bush & Noble / Divulgação

Antigamente, a construção dos barcos em madeira consistia em costurar pranchas do material com várias fibras. O processo começava com a imersão de folhas de madeira em água fervente dentro de uma caixa de vapor para amolecer as fibras, a fim de torná-las mais maleáveis. A dobra a vapor, porém, ajudou a modernizar essa prática.

Foto: Bush & Noble / Divulgação

Com o passar dos anos, esse método sucumbiu às exigências da economia e aos novos materiais que aumentaram a produtividade, como a fibra de vidro, o aço e o alumínio. O maior iate de madeira, contudo, tem em sua raiz uma longa tradição de construção de barcos.

Essa região tem muita mão de obra qualificada no mercado. A maioria das pessoas fica chocada ao descobrir que a tradição de construção de barcos de madeira ainda existe. Quando eles encontram um iate como este, eles se lembram do que é possível– Brett Noble, cofundador da corretora internacional de iates Bush & Noble

Como é o maior iate de madeira do mundo

O Afra não só busca estabelecer ligações com o passado, como encontrar formas de preservar o patrimônio cultural da região. Um exemplo claro disso está no salão principal do superiate, que ostenta uma boca mais larga que a média, com 10,56 metros.

Foto: Bush & Noble / Divulgação

No interior do convés principal do maior iate de madeira, a clássica teca folheada é intercalada com ornamentos tradicionais do mobiliário italiano e do mármore. O espaço recebe boa iluminação natural, graças as grandes janelas, que são equipadas com persianas elétricas.

Foto: Bush & Noble / Divulgação

O superiate de madeira navega a uma velocidade máxima é de 18 nós, e pode acomodar confortavelmente até 12 convidados em suas 6 cabines luxuosas. Inclusive, a embarcação dispõe de ambientes super espaçosos, com muitos sofás e poltronas, que garantem o conforto de todos os passageiros — principalmente em viagens mais longas.


Um desses ambientes é a sala de estar principal, que garante elegância com móveis e sistemas italianos de alta qualidade. Os espaços ao ar livre incluem um deck de popa completo com uma mesa de jantar ao ar livre, onde os hóspedes podem aproveitar um tempo em conjunto.

Foto: Bush & Noble / Divulgação

Em termos de manutenção, Noble explica que proteger a madeira não é mais difícil do que preparar um casco feito de aço, alumínio ou mesmo PRFV. “Contanto que você execute o processo de verniz corretamente, [o superiate] estará protegido. Depois, durará os habituais cinco anos até precisar ser lixado e repintado”, diz ele.

 

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Danimar leva scooter aquática e modelos off road ao Rio Boat Show 2024

    Concessionária oficial de marcas como Segway, empresa também apresentará UTV e quadriciclo ao público do evento náutico

    André Homem de Mello recorda histórica volta ao mundo a vela no NÁUTICA Talks

    Primeiro brasileiro a alcançar o feito em solitário e sem escalas integra agenda recheada do Rio Boat Show 2024

    Fernando Moraes conduz mergulho pelas ilhas brasileiras no NÁUTICA Talks

    Biólogo marinho trará à tona detalhes sobre biodiversidade e história de locais emblemáticos durante o Rio Boat Show 2024

    Prós e contras do envelopamento náutico serão discutidos com Pedro Dias no NÁUTICA Talks

    Especialista em adesivagem náutica, "Pedrinho" vai conduzir bate-papo na série de palestras do Rio Boat Show 2024

    Canal Náutica no YouTube fará cobertura ao vivo do Rio Boat Show 2024

    Evento náutico mais charmoso da América Latina contará com transmissão ao vivo todos os dias