Semana de Vela de Angra dos Reis volta ao calendário após 11 anos

Por: Redação -
08/09/2022
Barcos no Píer do Angra dos Reis Marina Clube (Foto: Aline Bassi)

Começaram nesta quinta-feira, dia 8, as regatas da Semana de Vela de Angra dos Reis, evento que volta ao calendário após 11 anos.

A competição, que tem parceria com a Associação Brasileira de Veleiros de Oceano, a ABVO, vai até o domingo, dia 11, e será disputada nas classes ORC, Bico de Proa e será o Campeonato Brasileiros nas classes BRA-RGS e BRA-RGS Clássicos. Ao todo são 41 barcos na disputa.

Grandes nomes da vela nacional

A competição volta com presença de grandes nomes da vela nacional. O barco King, da classe ORC, virá com Jorge Zarif, quarto lugar na Olimpíada do Rio de Janeiro em 2016 na classe Finn e com participação nos Jogos de Tóquio.

“Velejei uma vez aqui em Angra, com 9 anos, no Neptunus Express e uma Ilha de Caras, em 2018. Vai ser um grande desafio, com os dois melhores e mais modernos barcos do Brasil”, disse Zarif.

A equipe terá também Juninho de Jesus, membro da Seleção Brasileira da SSL Gold Cup, principal competição por equipes da Vela Oceânica mundial.

“Esse barco era da Mitsubishi e eu já velejei muitos anos nele. Com essa tripulação, eu velejei apenas uma vez, quando o antigo proprietário vendeu o barco e eles me chamaram para fazer uma clínica, para explicar como funcionava o barco. Já fiz uma campanha de TP52, em 2018, junto com o Jorge Zarif”, apontou Juninho, que vem da disputa da Copa del Rey, na Espanha, e o Mundial de Snipe.

O King irá desafiar na classe os dois barcos mais modernos do país, o Crioula 52 — campeão da Semana Internacional de Vela de Ilhabela, em julho –, e o Phoenix — vice-campeão no evento no litoral norte de São Paulo.

A equipe gaúcha do Crioula terá presença de Samuel Albrecht, atleta olímpico da Nacra 17, enquanto que o Phoenix terá o comando de Eduardo Souza Ramos — atleta olímpico da década de 80, porta-bandeira do Brasil nos Jogos Olímpicos de Los Angeles em 1984 — e a presença de André Fonseca, o Bochecha — com participações em três Olimpíadas (2000, 2004 e 2008) e três regatas Volta ao Fundo, a The Ocean Race.

A equipe terá também Marco Grael, filho de Torben Grael, que participou da Rio-2016 e Tóquio em 2021.

Equipe Phoenix ajusta os cabos no gramado do clube (Foto: Aline Bassi)

Velejadores de fora também terão destaque

O Campeonato Brasileiro das classes BRA-RGS terá presença de grandes nomes não só da vela brasileira, mas também da Argentina.

O barco Chancegger, da Argentina, será uma das atrações, com o velejador olímpico Martin Billoch na raia que venceu a regata durante os Jogos de Atlanta em 1996.

O barco Bruschetta, atual campeão nacional, e de Ubatuba (SP), vem com Maurício Santa Cruz, pentacampeão mundial, sendo quatro conquistados no próprio veleiro na classe J-24.

Santinha, como é chamado, tem participações olímpicas e dois Ouros Pan-Americanos na Rio-2007 e Guadalajara, México, em 2011.

A Semana de Vela de Angra dos Reis começou nesta quarta-feira, dia 7, com a Abertura Oficial a partir das 19h no Clube Coqueiro, no Colégio Naval, e o Jantar dos Comandantes. As primeiras regatas saíram a partir de quinta-feira, 8, às 12h, com sede no Angra dos Reis Marina Clube.

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Nova lancha da Azimut promete reduzir em até 40% as emissões de CO₂

    Batizada de Seadeck 6, embarcação foi apresentada em piscina no maior evento de design do mundo, na Itália

    EUA enviam ao Rio de Janeiro porta-aviões gigante de 333 metros; entenda

    USS George Washington atracou no Brasil como parte da operação Southern Seas, que visa incentivar a cooperação entre os países

    Em fase final de testes, Aquabus de Ilhabela transportaram 1,5 mil pessoas no fim de semana

    Novo sistema de transporte aquaviário contará com três catamarãs e capacidade para 60 pessoas em cada viagem; data de inauguração ainda não foi divulgada

    Italiana Rossinavi lança catamarã híbrido-elétrico de 43 metros

    Modelo nasce como “projeto mais inovador” do estaleiro, com tecnologias sustentáveis e até uso de Inteligência Artificial

    Schaefer Yachts anuncia barco que não afunda, ideal para resgates em alto-mar

    Com o nome de Interceptor 48 Pilot, novidade é fruto de parceria com a empresa irlandesa Safehaven Marine