Saiba como uma garrafa de champanhe salvou três tripulantes de barco a remo

Marlim, maior peixe de bico do mundo, perfurou o casco da embarcação que faz travessia a remo do Atlântico

18/01/2024
Foto: Instagram @vibethewave_ / Divulgação

Três mulheres encaravam uma travessia a remo de 3 mil milhas náuticas através do Atlântico. O que elas não esperavam é que, no percurso, uma garrafa de champanhe as salvariam das consequências do ataque de um marlim, o maior peixe de bico do mundo.

Grace Gilbert, Maddie Difazio-Wright e Grace Pybus se inscreveram para, talvez, o maior desafio de suas vidas: a The World’s Toughest Row, uma das disputas a remo mais difíceis do mundo.

O detalhe é que o trio, que forma a equipe Vibe The Wave, não tinha experiência anterior remando. Estava tudo indo bem, até que um marlim acertou o barco com seu poderoso bico. E, no ataque, o peixe conseguiu fazer não apenas uma, mas três perfurações na embarcação.

 

Ver esta publicação no Instagram

 

Uma publicação partilhada por Vibe The Wave (@vibethewave_)

O marlim perfurou a escotilha, um armário central e a tampa de um armário da embarcação. Como um dos buracos dava acesso direto à água, as aventureiras precisaram agir rápido. A solução para tapar o estrago no barco foi usar uma garrafa de champanhe, como se fosse uma rolha.

 

Maddie Difazio-Wright, uma das remadoras, conta que tudo aconteceu muito rapidamente. “Tentamos utilizar o que tínhamos a bordo para salvar nossa jornada”. Ainda de acordo com a remadora, a equipe tinha uma garrafa de champanhe do Natal e da véspera de Ano Novo. “Foi apenas instinto usá-la para consertar o buraco.”

Maddie, Grace Pybus e Grace Gilbert. Foto: Instagram @vibethewave_ / Divulgação

Champanhe: onde a delicadeza frutada encontra a maestria do buraco de Marlin! A festa de Ano Novo Atlântico da Grace acabou de receber uma reviravolta inesperada, pois este espumante não só deslumbra com sabores, mas também como um kit de reparação de buracos!– mencionou a página da equipe no Instagram

Com o uso de uma câmera GoPro, a equipe conseguiu ainda registrar o momento em que o animal rodeava o barco.

 

Ver esta publicação no Instagram

 

Uma publicação partilhada por Vibe The Wave (@vibethewave_)

Saiba mais sobre a competição de remo

A The World’s Toughest Row reúne, ao todo, 40 tripulações de todo o globo. Os remadores saíram de San Sebastián de la Gomera, na Espanha, em 12 de dezembro de 2023. Percorrendo 3 mil milhas náuticas (cerca de 4,8 mil km) em um barco a remo de 24 pés, a disputa tem como destino final a Antígua, no Caribe.


O percurso — que pode levar mais de um mês para ser finalizado — é cheio de desafios, como a falta de banheiro (as remadoras usam um balde), racionamento de alimentos e o cansaço extremo.

 

Apesar do susto, o improviso deu certo e, de acordo com uma atualização desta quinta-feira (18) no Instagram da Vibe The Wave, o trio está em contagem regressiva para o fim da prova, que já dura 37 dias.

Foto: Instagram @vibethewave_ / Divulgação

 

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Casal troca apartamento para viver em veleiro com seis gatos

    Embora a rotina de manutenção do catamarã seja dura e exigente, Aline e José garante que vale a pena

    Novo submarino Tonelero será lançado ao mar no fim de março, no Rio de Janeiro

    Gigante equipamento militar equivale o peso de 234 carros populares e tem 71,6 metros de comprimento

    Carga bilionária: Colômbia vai extrair tesouros do "Santo Graal dos Naufrágios"

    Embarcação espanhola que naufragou em 1708 levou US$ 20 bilhões para o fundo do mar

    Recém-lançado, Neuboat Dock Raymarine é novidade da Marine Express

    Semelhante a uma câmera de ré, o Neuboat Dock é capaz de mapear o ambiente e trazer imagens 360º ao piloto

    Venda de ingressos para o Rio Boat Show 2024 é aberta; garanta o seu

    Evento conhecido por reunir o melhor do lifestyle náutico acontece de 28 de abril a 5 de maio, na Marina da Glória