50ª edição da Semana Internacional de Vela chega ao fim; conheça os campeões

Competição com 130 barcos teve início no dia 23 e foi concluída no sábado (29) em Ilhabela

31/07/2023
Foto: Matias Capizzano / Divulgação

Alcançando uma marca histórica de 50 edições, a Semana Internacional de Vela de Ilhabela (SIVI) chegou ao fim após sete dias de competição. Quabrando muitos recordes, a 50ª edição da SIVI foi concluída com uma regata ao sul da ilha, envolvendo os 130 barcos inscritos nesta que é a principal competição de vela oceânica do continente.

A SIVI teve início com a ação social Vela do Amanhã, um dia antes das competições, no dia 22. Na regata, 160 crianças foram levadas para navegar ao lado de velejadores experientes, como o medalhista de bronze pan-americano Samuel Albrecht.

Vela do Amanhã teve recorde de 46 barcos na água. Foto: Matias Capizzano / Divulgação

Nesta edição, o evento recebeu ainda uma tripulação composta 100% por mulheres e provas especiais, como os 100 anos do Atrevida Alcatrazes por Boreste Marinha do Brasil e as regatas Eduardo Souza Ramos e Mitsubishi, além da primeira edição da Regata dos Bairros, iniciativa do diretor técnico da SIVI, Cuca Sodré.

Equipe 100% feminina do Velas Sailing Team. Foto: Instagram @velas_sailing_team / Divulgação

Apesar de ter tido um início com ventos fracos e temperaturas altas, a Semana Internacional de Vela tomou outros rumos em sua reta final, com dias gelados e chuvosos. Para Cuca Sodré, ”foi uma competição de alto nível em todas as classes. Os velejadores puderam correr em diferentes tipos de vento e condições, bem como em percursos de média e longa duração.”

O que mais chamou a atenção foi o clima de amizade neste que é o grande encontro da vela da América do Sul’ – Cuca Sodré, diretor técnico da SIVI.

Resultados da 50ª edição da SIVI

Repetindo o resultado de 2022, o gaúcho Crioula garantiu o título de campeão geral da competição com seu TP52. A equipe se sagrou vencedora na Alcatrazes por Boreste, Regata Eduardo Souza Ramos e Mitsubishi.

O Madrugada, barco histórico que já foi homenageado pela SIVI, garantiu o título de campeão geral do RGS e dos Clássicos. “Deu tudo certo, tripulação entrosada e um projeto de barco vencedor. Estamos contentes”, comentou Niels Rump, líder do Madrugada.

 

Dentre os 130 barcos presentes na SIVI, 12 vieram da argentina e apenas um deles se sagrou campeão, o Odoya, na Bico de Proa. Já na C30, que teve recorde de participações com oito barcos, o Loyalt 06 venceu a prova e contou com uma combinação de resultados para deixar o Tonka com a medalha de prata.


Nos monotipos da HPE25, a comissão realizou cinco regatas e o vencedor foi o Crazy Phoenix, seguido por Espetáculo e Ginga. Entre os multicascos, o Mente Sã foi o campeão de 2023 superando o Savage.

Foto: Matias Capizzano / Divulgação

No Campeonato por Equipes, a competição reuniu 12 trios de veleiros e somou as pontuações de cada um nas classes ORC, Bico de Proa e RGS. O trio RISC 2023, formado por Phoenix, Pangea Speed Max Racing e Invocado ficou com o ouro com 33 pontos. Em segundo, ficou o Porto Alegre, com os veleiros Almadia, Kamikaze e Madrugada, com 93 pontos. O terceiro foi o Vela Top de Kaupê, Sossegado e Phytoervas.

 

A primeira edição da Regata dos Bairros teve o HPE 25 Ginga como barco vencedor representando a Escola Municipal Carolina Moraes Silva, localizada no Centro Histórico de Ilhabela.

Classificação geral

ORC GERAL

1º – Crioula – 6 pontos

2º – Phoenix 44 – 19 pontos

3º – Phytoervas – 21 pontos

ORC A

1º – Crioula – 6 pontos

2º – Phoenix 44 – 17 pontos

3º – Sandokan – 21 pontos

ORC B

1º – Kamikaze – 12 pontos

2º -+Bravíssimo – 12 pontos

3º – Asbar IV – 17 pontos

Multicascos

1º – Mente Sã – 4 pontos

2º – Savage – 10 pontos

C30

1º – Loyalty 06 – 18 pontos

2º – Tonka – 19 pontos

3º – Katana – 20 pontos pontos

HPE25

1º – Crazy Phoenix – 5 pontos

2º – Espetáculo – 9 pontos

3º – Ginga – 13 pontos

Campeonato por Equipes

1º – RISC 2023 – 33 pontos

2º – Porto Alegre – 93 pontos

3º – Vela Top – 121 pontos

Super 40

1º – Phytoervas – 5 pontos

2º – Argos – 9 pontos

3º – Inaê Transbrasa – 17 pontos

Clássicos

1º – Madrugada – 4 pontos

2º – Pepa XXI- 9 pontos

3º – Kameha Meha – 10 pontos

Clássicos A

1º – Pepa XXI- 5 pontos

2º – Atrevida – 11 pontos

RGS Geral

1º – Madrugada – 7 pontos

2º – Pangea Speed Max Racing – 8 pontos

3º – Dona Marina – 8 pontos

RGS A

1º – Pangea Speed Max Racing – 6 pontos

2º – Dona Marina – 6 pontos

3º – Zeus – 14 pontos

RGS B

1º – Azimute – 5 pontos

2º – Orion – 8 pontos

3º – Tanuki – 15 pontos

RGS C

1º – Plancton – 5 pontos

2º – Rainha – 8 pontos

3º – Comanda – 10 pontos

Bico de Proa A

1º – Blue Wind – 7 pontos

2º – Invocado – 7 pontos

3º – Inaê 50 – 26 pontos

Bico de Proa B

1º – Odoya – 7 pontos

2º – Sirocco – 10 pontos

3º – Tuchaua – 11 pontos

Bico de Proa C

1º – Cambada I – 5 pontos

2º – Helios II –  14 pontos

3º – Almadia – 14 pontos

Ilhabela: Capital da Vela é repleta de belezas naturais

Lindas praias, recortadas por vegetação abundante e um mar de verde intenso são alguns dos cenários de Ilhabela, um dos refúgios mais belos do litoral norte de São Paulo. A cidade abriga mais de 50 praias, metade delas ainda praticamente virgens, e cachoeiras abundantes.

 

A equipe de NÁUTICA preparou uma seleção especial de passeios por Ilhabela para quem for visitar a Capital da Vela durante a 50ª edição da competição. São, ao todo, mais de 20 dicas para curtir a ilha. Confira nosso roteiro completo por Ilhabela.

50ª Semana Internacional de Vela de Ilhabela

Para a edição de 2023 da Semana Internacional de Vela de Ilhabela, estão convidadas as classes HPE30, ORC, Clássicos, C30, BRA-RGS, Bico de Broa, Multicascos, HPE25 e VPRS. Os mais de 100 barcos esperados participarão de regatas em percursos variados ao longo da semana.

 

Além das competições, a Semana Internacional de Vela de Ilhabela também oferece uma série de atividades culturais e sociais dentro e fora do Yacht Club de Ilhabela, como shows, exposições e palestras.

 

A organização fará, ao longo da semana, regatas de acordo com as condições de mar e vento, podendo ser no Canal de São Sebastião ou nas raias mais ao norte e ao sul da ilha.

 

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Carregador de baterias é destaque da Global Power Systems no Boat Show de Itajaí

    Empresa especialista em soluções de energia também exibirá gerador náutico e outros itens

    Iate Marine leva opções de cotas compartilhadas ao Marina Itajaí Boat Show 2024

    Sistema da empresa oferece grupos de quatro e oito cotas para quem deseja dividir os custos e uso da embarcação

    Vokan apresenta serviço de seguros náuticos no Marina Itajaí Boat Show 2024

    A corretora estará presente no evento, que acontece entre 4 e 7 de julho, em Santa Catarina

    Estofados náuticos da Agroquímica estarão no Marina Itajaí Boat Show 2024

    Estande terá opções da marca Kelson's para todos os gostos no salão que acontece de 4 a 7 de julho

    Yachtmax leva Ferretti 720 ao Marina Itajaí Boat Show 2024

    Representante da Ferretti e Okean no Brasil estará com dois barcos no evento náutico, de 4 a 7 de julho