Beleza e diversidade marinha: melhores locais para fazer mergulho no Rio de Janeiro

Estado tem lugares paradisíacos e cheios de vida marinha para a prática da atividade

30/06/2023

Repleto de refúgios paradisíacos e pontos turísticos, o Rio de Janeiro é o destino perfeito para quem ama aproveitar as belezas naturais do Brasil. Para além das aparências – ou se somando a elas – o estado tem ainda uma grande biodiversidade marinha, que pode ser vista de perto aproveitando mergulhos em águas cristalinas.

Para facilitar a escolha e mergulhar nessa aventura, selecionamos, a seguir, quatro lugares no Rio de Janeiro em que o mergulho é uma experiência que une a beleza do Rio com sua diversidade em ecossistemas submarinos.

Arraial do Cabo

Situada na Região dos Lagos do estado do Rio, a aproximadamente 150 km da cidade do Rio de Janeiro, Arraial do Cabo é uma cidade costeira, conhecida também como o “Caribe Brasileiro”, graças às suas águas cristalinas cheias de vida marinha.

 

O local também é conhecido como a “Capital Brasileira do Mergulho” e atrai profissionais e amadores para a região, principalmente quando um evento raro chamado ressurgência acontece em Arraial.

O fenômeno faz com que águas muito profundas cheguem à superfície, trazendo com ela uma enorme gama de alimentos — além de águas muito geladas e azuis. A ressurgência acaba atraindo uma grande quantidade e variedade de vida marinha para a região.

 

Para além da ressurgência, Arraial do Cabo tem naturalmente uma variedade de espécies, como tartarugas, golfinhos, arraias e até pinguins. Praias como Ponta da Jararaca, Praia dos Anjos, Enseada das Paredes e Saco do Cherne são algumas onde mergulhar é uma experiência mais que especial.

Paraty

Com montanhas como plano de fundo na Costa Verde do Brasil, Paraty é uma simpática cidade histórica próxima ao litoral sul do estado do Rio de Janeiro, que também reserva grandes oportunidades de mergulho.

Sua enorme quantidade de ilhas, enseadas e praias de difícil acesso por terra garantem uma boa preservação dos ecossistemas marinhos, o que deixa a experiência de um mergulho ainda mais interessante.


As Ilhas Deserta, Comprida e a dos Cocos são algumas das melhores opções para curtir a aventura de um mergulho na cidade, que já foi o principal porto de escoamento de ouro retirado de Minas Gerais, e guarda muitos pedaços da história do Brasil.

Ilhas Tijucas

Próximas à Barra da Tijuca, as Ilhas Tijucas são compostas de duas ilhas, chamadas Alfavaca e Pontuda. Elas fazem parte do Arquipélago das Tijucas, juntamente com a ilha do Meio, e reservam uma grande diversidade de espécies marinhas para os amantes do mergulho.

Dentre os animais presentes nas águas cristalinas estão tartarugas, arraias, polvos e muitos peixes tropicais. Recentemente, inclusive, uma baleia jubarte em fase de migração passou pela região, dando um show pelas águas logo pela manhã.

 

Além da vida marinha, os mergulhadores conseguem explorar formações rochosas subaquáticas e a beleza dos corais.

Ilhas Redonda, Filhote e Laje da Redonda

Indicada para mergulhadores mais experientes, o arquipélago é rico em biodiversidade, sendo possível avistar tartarugas, cardumes de peixes, raias e diversas espécies de corais na região. O local possui ainda sítios de mergulho, como paredões e cavernas que proporcionam experiências diversificadas, garantindo aventura e emoção.

Independentemente da escolha pelo lugar do mergulho, é importante sempre se atentar a alguns detalhes para que a experiência seja completa e sem problemas.

Confira algumas dicas antes de mergulhar

  • Escolha um bom dia para começar;
  • Não entre na água antes de esclarecer todas as suas dúvidas;
  • Respire! Não deixe o nervosismo fazer com que você esqueça que tem uma garrafa de oxigênio;
  • Não toque em nada que você não conheça;
  • Suba devagar, tenha cautela com seus pulmões;
  • Prepare-se fisicamente e mentalmente;
  • Confira se está tudo certo com seu equipamento de mergulho.

 

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Homem recupera Apple Watch que estava perdido no mar do Caribe há mais de um ano

    Aparelho foi encontrado ainda funcionando graças à ferramenta de localização do dispositivo

    Fluvimar mostrará sua linha de pontoons e barcos de pesca no Brasília Boat Show

    Estaleiro paranaense tem 30 anos de mercado e quase 13 mil barcos na água; salão acontece de 14 a 18 de agosto

    Maior barco da Fibrafort, lancha F420 Gran Coupé será destaque no Brasília Boat Show

    De 14 a 18 de agosto, público do evento náutico poderá conferir de perto os detalhes dessa e de outras duas embarcações do estaleiro

    Doutor Bruno: atleta olímpico dividiu rotina do kitesurf com medicina e mira ouro em Paris

    Entre plantões médicos e velejadas, Bruno Lobo superou lesões e falta de apoio para estrear nas Olimpíadas de 2024

    Fotos inéditas do Titanic prometem revelar detalhes nunca vistos dos destroços

    Expedição ao naufrágio conta com dois robôs ultra tecnológicos, que farão imagens e mapeamentos 3D no fundo do oceano