Conheça a ilha do Caribe que é refúgio de celebridades desde 1950

Astros do cinema e da música, como Madonna e Leonardo Di Caprio, são alguns dos famosos que visitam St. Barth

28/01/2024

O que Madonna, Beyoncé, Leonardo Di Caprio e Ben Affleck tem em comum? Além dos milhões na conta, todos eles compartilham do mesmo gosto para curtir os dias de lazer quando estão longe de superproduções: a ilha caribenha de St. Barth.

Também conhecida como Saint-Barthélemy (ou Ilha de São Bartolomeu, em tradução livre), a ilha que tem diárias a partir de US$ 800 (cerca de R$ 3,9 mil em conversão realizada em janeiro de 2024) caiu no gosto dos famosos ainda em 1950. E não é para menos.

Foto: Nikki Beach / Divulgação

São 24 quilômetros quadrados que misturam o savoir-faire francês com o calor e as cores do Caribe, já que a ilha fica nas Antilhas Francesas, no nordeste caribenho. O resultado dessa mistura é logo visto e apreciado pelas celebridades nos hotéis e resorts de luxo da região, que esbanja exclusividade em suas 22 praias de areia branca e águas cristalinas.

 

Entre as mais populares estão Flamands, Eden Rock e St. Jean, mas não para por aí. O famoso clube Nikki Beach, espalhado pelos principais pontos turísticos do mundo, também está em St. Barth.

Foto: Nikki Beach / Divulgação

Por lá, o clube de praia de luxo “combina elementos de música, gastronomia, entretenimento, moda, cinema e arte em um único destino”, como a própria empresa descreve — e não poderia combinar mais com o público que visita St. Barth.


Quando se fala na diversão de celebridades como Jennifer Lopez, Jeff Bezos, Mike Tyson, Michael Jordan e Paul McCartney, os iates de luxo não podem ficar de fora. No caso do destino em questão, é no porto de Gustávia que os astros do cinema e da música passeiam exibindo suas belas embarcações.

Porto de Gustavia, em St. Barth

Como visitar St. Barth?

Os meios mais “simples” para chegar a St. Barth são através de iates ou aviões particulares, claro. Mas há também outras opções.

Foto: Nikki Beach / Divulgação

Partindo do Brasil, as duas melhores opções em voos são via Miami ou Panamá e, de ambos, seguir para Saint Martin, localizada a 22 quilômetros de distância. De lá, para chegar até a ilha, é necessário pegar um voo panorâmico (com cerca de 15 minutos) ou ferry boat (1 hora).

 

O voo panorâmico custa em média US$ 250 (cerca de R$ 1,2 mil), enquanto o ferry boat sai por US$ 70 (aproximadamente R$ 344). Vale ressaltar que, na maioria dos casos, há obrigação de estadia de pelo menos uma semana.

 

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Sino de navio americano naufragado durante a Primeira Guerra Mundial é encontrado na Inglaterra

    Embarcação naufragou após ser atingida por submarino alemão; objeto será exposto no Museu da Marinha americana

    Com método inovador, jovem inventor quer acabar com plásticos no mar

    Irlandês criou equipamento para monitorar poluição aos 12 anos e foi premiado pelo Google aos 18; conheça

    Procurando um terreno? Ilha intocada na Patagônia Chilena está à venda

    Local tem cerca de 445 km², mais de 80 lagos, a Cordilheira dos Andes de fundo e custa aproximadamente R$ 173,6 milhões

    1ª embarcação capaz de produzir seu próprio hidrogênio está prestes a finalizar volta ao mundo

    Barco percorreu mais de 63 mil milhas náuticas só com energias renováveis

    Expedição realizada no Chile pode ter descoberto mais de 100 novas espécies marinhas

    Biólogos do Censo Marinho têm o objetivo de descobrir 100 mil novos seres do mar nos próximos 10 anos