Estaleiro holandês Feadship lança seu primeiro superiate movido a energia solar

Embarcação de 59,5 metros representa mais um passo da marca rumo ao objetivo de ser neutra para o clima até 2030

12/06/2024
Foto: Feadship / Divulgação

Mais um renomado estaleiro entrou para a lista das empresas que estão apostando na energia solar para diminuir o impacto ambiental das embarcações no planeta Terra: a holandesa Feadship. Batizado de Project 713, o novo superiate da marca chega carregando um selo de sustentabilidade e representando mais um passo na busca da empresa em ser neutra para o clima até 2030.

Ao pensar na sua primeira embarcação movida a energia solar, a Feadship não brincou em serviço e trouxe para o mercado nada menos do que um superiate com tecnologia. Com 59,5 metros de comprimento, a nova embarcação da marca chega com características que vão muito além do elegante casco azul-cinza e da superestrutura branca.

Foto: Feadship / Divulgação

Construído no estaleiro Casco-en Sectiebouw, em Rotterdam, na Holanda, e com design exterior do Studio De Voogt, o Project 713 atraca no universo sustentável com células solares que podem ser utilizadas para geração de energia auxiliar. De acordo com a marca, os painéis utilizam algumas das células de silício mais eficientes disponíveis e contribuem para sua eficiência energética ao produzir até 24 MWh anualmente.

Foto: Feadship / Divulgação

O superiate tem ainda a capacidade de funcionar com combustível HVO (tipo de biocombustível) não fóssil e chega equipado com um sistema de propulsão diesel-elétrico. Os recursos sustentáveis da embarcação, contudo, vão além da sua propulsão.

Foto: Feadship / Divulgação

Isso porque o Project 713 traz consigo o uso de teca com certificação FSC (Forest Stewardship Council, ou, em português, Conselho de Gestão Florestal) em todos os seus decks. A certificação significa que toda a madeira utilizada a bordo foi colhida de forma sustentável.


O superiate também foi submetido ao relatório de Avaliação do Índice de Transparência Ambiental de Iates (YETI), que observou o ciclo de vida completo da embarcação e mediu seu impacto ecológico, conferindo a ela um selo de sustentabilidade.

Foto: Feadship / Divulgação

O compromisso da Feadship com a navegação sustentável está estabelecendo novos padrões para a indústria, ao mesmo tempo que reforça a economia holandesa e promove elevados padrões de qualidade e criatividade– destaca a Feadship

O Project 713 foi classificado como tendo um impacto abaixo da média, com vários recursos de aumento de eficiência compensando as perdas incorridas pelas conversões elétricas a bordo.

 

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Homem recupera Apple Watch que estava perdido no mar do Caribe há mais de um ano

    Aparelho foi encontrado ainda funcionando graças à ferramenta de localização do dispositivo

    Fluvimar mostrará sua linha de pontoons e barcos de pesca no Brasília Boat Show

    Estaleiro paranaense tem 30 anos de mercado e quase 13 mil barcos na água; salão acontece de 14 a 18 de agosto

    Maior barco da Fibrafort, lancha F420 Gran Coupé será destaque no Brasília Boat Show

    De 14 a 18 de agosto, público do evento náutico poderá conferir de perto os detalhes dessa e de outras duas embarcações do estaleiro

    Doutor Bruno: atleta olímpico dividiu rotina do kitesurf com medicina e mira ouro em Paris

    Entre plantões médicos e velejadas, Bruno Lobo superou lesões e falta de apoio para estrear nas Olimpíadas de 2024

    Fotos inéditas do Titanic prometem revelar detalhes nunca vistos dos destroços

    Expedição ao naufrágio conta com dois robôs ultra tecnológicos, que farão imagens e mapeamentos 3D no fundo do oceano