Arte e sustentabilidade: Museu de Vidro Flutuante deve ganhar as águas ainda esse ano

Projeto une arte em vidro para levar conscientização sobre mudanças climáticas às principais cidades do mundo

12/05/2024
Foto: Luca Curci Architects / Divulgação

O Museu de Vidro Flutuante é a nova forma de chamar atenção da sociedade para as questões climáticas, que a cada dia mostram suas consequências no planeta. Projetado pelo escritório de arquitetura Luca Curci Architects, o museu traz em seu interior uma curadoria de obras voltadas à reflexão sobre o tema.

Temperaturas mais altas, aumento no nível do mar, queimadas, poluição e chuvas em excesso são apenas alguns dos resultados do aquecimento global. Apesar de catástrofes evidentes, chamar a atenção para o assunto ainda se faz necessário, e as formas para isso são cada vez mais inusitadas — e necessárias.

Foto: Luca Curci Architects / Divulgação

O Museu de Vidro Flutuante chega como um projeto da italiana Luca Curci Architects, e tem como base o uso do vidro veneziano para atrair olhares acerca do assunto, através de um interior de mais de 1150 m², recheado de exposições, pinturas e instalações de arte em vidro, oferecendo um ambiente tranquilo — e diferente — para reflexão.

Através de uma pesquisa meticulosa de materiais e atenção ao entorno, o museu será um santuário onde a história do vidro encontra a experimentação contemporânea– destaca a Luca Curci Architects

A ideia é que o projeto, previsto ainda para 2024, leve consciência ambiental através da arte contemporânea sobre as águas para as principais cidades do mundo, como Singapura, Dubai, Hong Kong, Nova York e Busan, na Coreia do Sul.

Foto: Luca Curci Architects / Divulgação

“[O Museu] Representa uma iniciativa global, um símbolo de consciência ambiental, um espaço único onde convergem arte, natureza e tradição. É a fusão equilibrada entre arte contemporânea e design sustentável, que convidará à contemplação, à reflexão e à descoberta”, ressalta a Luca Curci Architects.


Essa não é a primeira vez que a empresa participa de projetos voltados à sustentabilidade. Em 2019, a Luca apresentou o “Cidade Vertical – Construção de Cidade com Energia Zero”, na Cúpula do Conhecimento, em Dubai. Em 2020, lançaram o “The Link City-Forest”, um conceito de cidade inteligente concebido para acomodar 200 mil pessoas, também de forma sustentável.

Foto: Luca Curci Architects / Divulgação
Foto: Luca Curci Architects / Divulgação
Foto: Luca Curci Architects / Divulgação
Foto: Luca Curci Architects / Divulgação
Foto: Luca Curci Architects / Divulgação
Foto: Luca Curci Architects / Divulgação

 

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Primeiro catamarã a hidrogênio dos EUA está pronto para servir como balsa

    Guarda Costeira norte-americana autorizou o início do serviço, que transportará até 75 pedestres por vez pela Baía de São Francisco

    Governo do Rio de Janeiro reduz imposto para fabricantes de embarcações

    Vitória para o setor, incentivo fiscal para o setor náutico reduz de 27% para 7% a alíquota do ICMS para venda de barcos

    Teste Real 40 Cabriolet: lancha se destaca pelo conforto no cockpit, cabine e posto de comando

    Testada nas águas de Ilhabela, no litoral norte de São Paulo, modelo ainda chama atenção pela pilotagem a céu aberto

    Cruzeiro nudista pelo Caribe é aposta de empresa dos Estados Unidos; conheça

    Com previsão de lançamento em 2025, viagem sem roupa pelos mares custa a partir de R$ 10 mil, mas tem regras rígidas de convivência

    Robert Scheidt será o embaixador da 51ª Semana Internacional de Vela de Ilhabela

    Maior medalhista da história olímpica do Brasil estará no evento patrocinado pela Mitsubishi de 20 a 27 de julho