Quase 112 anos depois, Titanic continua com nenhum resto humano encontrado; entenda o motivo

Discussão voltou aos debates na internet, mas especialistas apontam algumas razões para esse "mistério"

09/01/2024
Cena do filme Titanic, dirigido por James Cameron. Foto: Paramount Pictures/ Divulgação

Milhares de vidas perdidas, mas nenhum corpo encontrado no Titanic. Passados quase 112 anos de um dos maiores naufrágios da história, um mistério que ainda intriga muita gente é o fato de não existir qualquer resto humano no icônico navio — mas segundo os cientistas, tem alguns motivos.

Este assunto voltou à tona pelo Reddit na última semana, e virou novamente foco de discussão no site — e também fora dele. Afinal, apesar da exploração dos destroços do Titanic, nenhum resquício humano foi encontrado, embora não tenham faltado tentativas para tal.

Mais de 1.500 pessoas perderam a vida no naufrágio, que aconteceu em abril de 1912. Até mesmo James Cameron, consagrado diretor do filme Titanic — que visitou e explorou os destroços 33 vezes — , disse ao New York Times, em 2012, que não viu “nenhum resto humano”.

Vimos roupas. Vimos pares de sapatos, o que sugere fortemente que houve um corpo ali em determinado momento. Mas nunca vimos restos humanos– James Cameron

A ciência explica

Existem alguns motivos lógicos para não ter nenhum corpo dentro do Titanic. Um dos pontos é que o colete salva-vidas, embora não tenha evitado a morte de várias pessoas, deixou as vítimas boiando. Assim, diversos corpos foram resgatados e removidos da água após o navio afundado.

Além disso, “caçadores marinhos”, como peixes e outros organismos, podem ter se alimentado dos corpos presos nos destroços.

 

E, para explicar o motivo de não existirem nem sequer ossos no navio, o explorador de águas profundas Robert Ballard explicou à emissora americana de rádio NPR que as ossadas podem ter sido dissolvidas por causa da profundidade extrema.

 

“Em profundidades além dos 3.000 pés (914 metros), você passa abaixo do que é chamado de profundidade de compensação de carbonato de cálcio”, explicou. “Uma vez que as criaturas comem sua carne e expõem os ossos, eles são dissolvidos”, disse Ballard.

 

Vale lembrar que o Titanic jaz no fundo do oceano Atlântico, a cerca de 4.000 metros de profundidade.


Possível, mas improvável

Alguns teóricos mantêm a esperança de que, dentro de algum compartimento fechado no interior do naufrágio — como na casa das máquinas –, possa existir algum corpo no Titanic, por conta da possibilidade de os restos terem sido preservados pelo ambiente frio e pressurizado.

Além disso, os “caçadores marinhos” não conseguiriam entrar nesse compartimento, pois a água doce rica em oxigênio impediria. Porém, o tempo joga contra essa teoria, e quanto mais anos se passam, menor é a chance de restar algum corpo neste trágico naufrágio.

 

Por Áleff Willian, sob supervisão da jornalista Denise de Almeida

 

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Fotos inéditas do Titanic prometem revelar detalhes nunca vistos dos destroços

    Expedição ao naufrágio conta com dois robôs ultra tecnológicos, que farão imagens e mapeamentos 3D no fundo do oceano

    Brasília Boat Show terá presença da NX Boats com lancha de luxo assinada pela Pininfarina

    Modelo estará nas águas do Lago Paranoá de 14 a 18 de agosto; ingressos para o salão já estão disponíveis

    Lancha resistente a fuzil é o novo reforço da Polícia Militar do Paraná; conheça o barco

    Embarcação militar Aruanã 29-CM-P atuará junto à Patrulha Costeira no combate à criminalidade e segurança de 39 comunidades

    Rei e cerveja: conheça a pequena ilha que tem ‘monarca’ próprio e pub centenário

    Pertencente à Inglaterra, Ilha de Piel é habitada há pelo menos 3 mil anos e conta com um antigo castelo

    Olimpíadas de Paris: você sabia que o surfe não será disputado na França?

    Em decisão polêmica, Comite Olímpico escolheu outro país para sediar todas as baterias do esporte; entenda