Amazônia Azul é responsável por 20% do PIB do Brasil, aponta pesquisa

Com mais de 10 capitais de estados brasileiros localizados na costa, 18% da população vive na faixa litorânea do país

04/12/2023

Os mares acabam de dar mais uma resposta sobre sua importância na economia do Brasil. As atividades econômicas relacionadas ao oceano e regiões costeiras do país, chamada de “Amazônia Azul”, são responsáveis por cerca de 20% do PIB nacional — além de oferecer vários serviços essenciais.

É isso que diz um documento elaborado por pesquisadores da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e do Instituto Oceanográfico da Universidade de São Paulo (IO-USP), em parceria com representantes de comunidades indígenas e outros grupos ligados ao oceano.

Com extensão litorânea superior a 10 mil quilômetros — equivalente a distância entre Los Angeles (Estados Unidos) e São Paulo — e área marinha de 5,7 milhões de km — que mede dois terços do território continental — , o Brasil é um dos principais países oceânicos do mundo.

 

Um fator que colabora com a economia marinha é a movimentação comercial que envolve as capitais litorâneas — como Rio de Janeiro, Salvador, Fortaleza, Recife e Florianópolis. Assim, 20% do PIB vem da zona marinho-costeira, impulsionado por pesca, aquicultura, navegação, mineração e turismo.

A economia do mar definitivamente contribui para o bem-estar da nação brasileira e é bastante diversificada– Beatrice Padovani Ferreira, Departamento de Oceanografia da UFPE

Vale destacar que 18% da população do país vive na faixa litorânea, que concentra dezenas de capitais de estados. Por envolver um extenso trecho do Brasil, serviços essenciais como alimentos, água, energia, proteção da costa e regulação climática esquentam o mercado dessa região.

Para Beatrice, a porcentagem do PIB traz vantagens além da geração de empregos, que acabaram não sendo mensuradas no documento, por não considerar benefícios como bem-estar, lazer e conexões espirituais.

Amazônia menos azul

Entretanto, o documento contou com dados preocupantes — ou até mesmo, a ausência deles. Como é o caso do descontrole da pesca no Brasil: desde 2008, não há coleta de dados oficiais sobre atividades pesqueiras. Não se sabe o que, quanto, como e onde se pesca em águas brasileiras.

A pesquisa também aponta uma grande lacuna de conhecimento sobre o oceano no Brasil. Segundo o diagnóstico, as políticas públicas para sua conservação e uso sustentável são insuficientes, sem contar as mudanças climáticas que podem afetar a biodiversidade e a qualidade ambiental.

Os cenários futuros indicam intensificação dos vetores de mudança e consequente perda de biodiversidade e qualidade ambiental, com destaque para as mudanças climáticas e seus efeitos cumulativos sobre a zona marinho-costeira– José Luís Menezes Turra, professor da IO-USP

Outros dados sobre a pesquisa devem ser publicados apenas na metade do ano que vem — em junho de 2024 — , que é quando sai a versão completa do diagnóstico, composta por seis capítulos.

O que é a Amazônia Azul?

Com 7,4 mil quilômetros de costa, o país tem 3,5 milhões de km² de espaço marítimo sob sua jurisdição. Assim, apenas o Brasil pode explorar economicamente esta área que, por conta das riquezas naturais e minerais abundantes, ganhou o nome de Amazônia Azul.

 

Por Áleff Willian, sob supervisão da jornalista Denise de Almeida

 

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Sino de navio americano naufragado durante a Primeira Guerra Mundial é encontrado na Inglaterra

    Embarcação naufragou após ser atingida por submarino alemão; objeto será exposto no Museu da Marinha americana

    Com método inovador, jovem inventor quer acabar com plásticos no mar

    Irlandês criou equipamento para monitorar poluição aos 12 anos e foi premiado pelo Google aos 18; conheça

    Procurando um terreno? Ilha intocada na Patagônia Chilena está à venda

    Local tem cerca de 445 km², mais de 80 lagos, a Cordilheira dos Andes de fundo e custa aproximadamente R$ 173,6 milhões

    1ª embarcação capaz de produzir seu próprio hidrogênio está prestes a finalizar volta ao mundo

    Barco percorreu mais de 63 mil milhas náuticas só com energias renováveis

    Expedição realizada no Chile pode ter descoberto mais de 100 novas espécies marinhas

    Biólogos do Censo Marinho têm o objetivo de descobrir 100 mil novos seres do mar nos próximos 10 anos